Revista Online Conexao Afro

Archive for Maio, 2013|Monthly archive page

[RCPT] “Quem cala sobre teu corpo, consente na tua morte… “

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 31, 2013 at 12:42 am

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro 31  de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Prezadas e Prezados,

MeninoMilton Nascimento

Quem cala sobre teu corpo
Consente na tua morte
Talhada a ferro e fogo
Nas profundezas do corte
Que a bala riscou no peito
Quem cala morre contigo
Mais morto que estás agora
Relógio no chão da praça
Batendo, avisando a hora
Que a raiva traçou no tempo
No incêndio repetindo
O brilho do teu cabelo
Quem grita, vive contigo!
Quem grita, vive contigo!

logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

Vida de Nelson Mandela está por um fio

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 30, 2013 at 11:28 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  30 de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Filha mais velha do ex-Presidente da África do Sul diz numa entrevista que ‘Madiba’ está a morrer lentamente e já só consegue expressar-se “pelo toque das mãos”.

Maria Luiza Rolim
O estado de Nelson Mandela é  grave, confirmou hoje a sua filha mais velha. Makazine Mandela disse numa entrevista que o ex-Presidente sul-africano já só consegue expressar-se através do toque das mãos. “Quando segura a minha mão, quer dizer que está ali, que gosta de mim”.”Desta forma, confirma-se que a vida de ‘Madiba’ está-se a apagar lentamente, tal e qual como disse há dois meses um seu amigo, o advogado George Bizos, que falou abertamente na sua falta de memória”, afirma a edição de hoje do jornal “El Mundo”.Uma pessoa próxima de Graça Machel afirmou ao diário espanhol que  a a mulher de Nelson Mandela admite, em conversa com os amigos, “que qualquer outra pessoa (na situação do seu marido) já estaria morta. E isto ainda não aconteceu porque na África do Sul estão a lutar pela sua vida com todos os recursos médicos possíveis, e é isso que o mantém vivo”.Makazine, que está envolvida numa grande polémica por causa da herança de Mandela – terá dito ainda que “‘Madiba’ nunca teve tempo para ser um autêntico pai. Acredito que, hoje, ele pensa que podia ter exercido a paternidade de forma diferente”.
Nos últimos cinco meses, Nelson Mandela foi hospitalizado de urgência por três vezes.

Fonte : Expresso

logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

SEPPIR – Prorroga prazo – Chamada Pública nº 002/2013

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 29, 2013 at 11:35 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  29 de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Prezadas e Prezados,

 

A SEPPIR – Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, publicou a Chamada Pública n° 02/2013: Apoio a Projetos de Fortalecimento Institucional e o Desenvolvimento Local de Comunidades Quilombolas do Brasil.

 

Podem apresentar projetos as instituições privadas sem fins lucrativos representativas desses povos e comunidades. O prazo para envio de propostas foi prorrogado para o dia 10 de junho de 2013.Informamos que está disponível o edital no link: http://www.seppir.gov.br/arquivos/edital-chamada-publica-002.

 

Para se candidatar, as instituições proponentes deverão ser cadastradas e credenciadas no Portal de Convênios – SICONV.

 

 

Edna Moura

Assessora Técnica – SEPPIR/PR

Secretaria de Políticas Para Comunidades Tradicionais- SECOMT

Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial- SEPPIR- PR

Esplanada dos Ministérios, Bloco A, 9º Andar, sala 901

Brasília/DF, CEP: 70.054-906

logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com

Conexões Ancestrais contada em fotografias

In Comunidade Tradicional de Terreiros, Projetos Mais Cultura on Maio 27, 2013 at 11:42 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  27  de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Foi uma experiência singular na nossa história ! é uma energia que é compartilhada, também recebemos um axé do povo, axé de carinho, axé de reconhecimento , axé de respeito , Obrigado a todos !

Foto
Água de Cheiro , no povo !
Foto
FINALEIRA do Conexões Globais, Bloco da Lage e o Ritual do Conexões Ancestrais com muito Axé !
Foto

Foi uma experiência singular na nossa história !

Foto
Ocheu ! Obrigado a todos os meus ancestrais, por me permitirem viver esta história !
Foto
logo Revista Conexão Afro 
CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

 

IV ENCONTRO NACIONAL DA REDE MOCAMBOS

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 27, 2013 at 10:04 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  27   de maio  – Guaíba- RS –Brasil

IV ENCONTRO NACIONAL DA REDE MOCAMBOS

na Transmissão de vídeo ao vivo

Entar na Transmissão de áudio ao vivo

Logo Rede Mocambos

Fortalecimento dos Núcleos de Formação e Comunicação Quilombola

Para “fazer um mundo mais do nosso jeito”!

Edital Capacitação de Lideranças e o Fortalecimento Institucional Junto às Comunidades Tradicionais de Matriz Africana no Brasil – Chamada Pública nº 001/2012 – Secretaria de Políticas de Promoção da igualdade racial.

Entre os dias 27 de maio e 03 de junho de 2013, a Casa de Cultura Tainã (Campinas SP) sediará o IV Encontro Nacional da Rede Mocambos, reunindo griôs da cultura negra, quilombolas, colaboradores diversos e integrantes dos Núcleos de Formação Continuada da Rede. Já estão confirmadas participações de 8 estados: São Paulo, Bahia, Pará, Amapá, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Maranhão.

O evento dará início aos encontros do Projeto Núcleos de Formação e Comunicação Quilombola, realizando a partir disso, um conjunto de oficinas e debates para efetivação de ações através de uma rede de produção, que irá organizar e difundir conteúdos históricos, artísticos, culturais, técnicos e linguísticos, produzidos por comunidades tradicionais por meio da comunicação comunitária.

A Rede Mocambos, ao acumular uma trajetória de quase uma década de articulação negra e

quilombola, traz em suas experiências para o contexto atual de seus encontros, no campo da cultura negra e de pesquisa e desenvolvimento em cultura digital, a possibilidade de estruturação de acervos digitais a partir de servidores de baixo custo. Esses servidores deverão permitir a criação, organização e difusão de conteúdos de saberes ancestrais em comunidades com ou sem acesso à Internet, através de textos, das artes e do áudio visual.

Essa é uma das tentativas de intervir no cenário preocupante de desmantelamento dos saberes afro comunitários, como reflexo de um contexto que associa uma história de invisibilização e opressão pautada no “supremacismo branco” com as eficazes articulações entre capitalismo, racismo e dominação dos meios de comunicação pelas elites.

Esse projeto que permeia o IV Encontro Nacional é um contraponto, consequência de anos de acúmulo, pesquisa e articulação, gira em torno de questões centrais que entendem a apropriação da comunicação numa perspectiva ancestral, não apenas como a ruptura do indivíduo em ser mero receptor de informação, mas também como uma estratégia de poder com capacidade de redefinir e ampliar uma filosofia do ser e suas infinitas possibilidades de intervenção na realidade.

Internet: taina@mocambos.net / http://www.mocambos.org – Telefones : 19 3228.2993 – 19 3324.39NACIONAL DA REDE MOCAMBOS

Rede Mocambos, Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento Digital e Casa de Cultura Tainã… Asé

logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

IV Encontro Nacional da Rede Mocambos

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 26, 2013 at 10:09 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  2 8   de maio  – Guaíba- RS –Brasil

IV Encontro Nacional da Rede Mocambos

Rede Mocambos, Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento Digital e Casa de Cultura Tainã… Asé!

Fortalecimento dos Núcleos de Formação e Comunicação Quilombola

Para “fazer um mundo mais do nosso jeito”!

Edital Capacitação de Lideranças e o Fortalecimento Institucional Junto às Comunidades Tradicionais de Matriz Africana no Brasil – Chamada Pública nº 001/2012 – Secretaria de Políticas de Promoção da igualdade racial.

Entre os dias 27 de maio e 03 de junho de 2013, a Casa de Cultura Tainã (Campinas SP) sediará o IV Encontro Nacional da Rede Mocambos, reunindo griôs da cultura negra, quilombolas, colaboradores diversos e integrantes dos Núcleos de Formação Continuada da Rede. Já estão confirmadas participações de 8 estados: São Paulo, Bahia, Pará, Amapá, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Maranhão.

O evento dará início aos encontros do Projeto Núcleos de Formação e Comunicação Quilombola, realizando a partir disso, um conjunto de oficinas e debates para efetivação de ações através de uma rede de produção, que irá organizar e difundir conteúdos históricos, artísticos, culturais, técnicos e linguísticos, produzidos por comunidades tradicionais por meio da comunicação comunitária.

A Rede Mocambos, ao acumular uma trajetória de quase uma década de articulação negra e

quilombola, traz em suas experiências para o contexto atual de seus encontros, no campo da cultura negra e de pesquisa e desenvolvimento em cultura digital, a possibilidade de estruturação de acervos digitais a partir de servidores de baixo custo. Esses servidores deverão permitir a criação, organização e difusão de conteúdos de saberes ancestrais em comunidades com ou sem acesso à Internet, através de textos, das artes e do áudio visual.

Essa é uma das tentativas de intervir no cenário preocupante de desmantelamento dos saberes afro comunitários, como reflexo de um contexto que associa uma história de invisibilização e opressão pautada no “supremacismo branco” com as eficazes articulações entre capitalismo, racismo e dominação dos meios de comunicação pelas elites.

Esse projeto que permeia o IV Encontro Nacional é um contraponto, consequência de anos de acúmulo, pesquisa e articulação, gira em torno de questões centrais que entendem a apropriação da comunicação numa perspectiva ancestral, não apenas como a ruptura do indivíduo em ser mero receptor de informação, mas também como uma estratégia de poder com capacidade de redefinir e ampliar uma filosofia do ser e suas infinitas possibilidades de intervenção na realidade.

Casa de Cultura Tainã

Rua Inhambu, 645 – Praça dos Trabalhadores – Vila Castelo Branco

13.061.300 Campinas – SP

Internet: taina @ mocambos.net / http://www.mocambos.org – Telefones : 19 3228.2993 – 19 3324.3973

logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com

1º Encontro de Alabês e Ogãs e Uruguaina

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 25, 2013 at 2:01 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  25 de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Convidamos a todos que quizerem nos prestigiar com sua presença em nome da Religião de Matriz Africana e suas vertentes tais como a Umbanda e a Kimbanda diretamente ligadas aqui no Sul do Brasil.

GRANDE ENCONTRO DE ALAGBES NA CIDADE DE URUGUAINA R.S.

SOU RELIGIOSO MORADOR DE PORTO ALEGRE RGSUL E ESTAREI EM URUGUAIANA,
TAMO JUNTO IRMAO Jonas Dyas,EM NOME DA PRESERVAÇÃO RELIGIOSA E DIVULGAÇÃO DE FUNDAMENTOS DENTRO DO CONTEXTO:

OGAN’YLÚ.(PESSOA PREPARADA PARA EXERCER O CARGO DE TOCADOR DE TAMBOR).

“DENTRO DO CULTO AFRO EXU-UMBANDISTA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.”

EU, ESTAREI PRESENTE NESSE GRANDE EVENTO RELIGIOSO,UM ABRAÇO A TODOS E ATÉ LÁ,ESPERO PODER SOMAR JUNTO AOS IRMAOS COM MUITA HUMILDADE,RESPEITO E FÉ.

ESTOU ORGANIZANDO UMA EXCURÇÃO PARA ESSE EVENTO QUE SAIRÁ DE PORTO ALEGRE NA MANHA DO DIA 30/05 AS 07HS.
CONTO COM VARIOS IRMÃOS ALAGBES E BABALORIXAS E YALORIXAS QUE QUEIRAM NOS ACOMPANHAR, PARA QUE JUNTOS POSSAMOS LEVAR UM ABRAÇO AOS IRMAOS DE URUGUAIANA,DEIXAR ALGUMA MENSAGEM E DIVIDIR AXÉ.

NÃO ESQUECENDO NUNCA DE QUE SOMOS TODOS IRMÃOS E A UNIÃO FAZ A FORÇA!!!

MAIORES INFORMAÇOES POR FAVOR LIGUEM,CONTATEM COMIGO PELOS FONES:
claro:51 93813057
oi:51 84784855

PAI XAMIN DE AGANDJÚ
Vagnerd Agandju Iaxo

 
OGAN’YLÚ INSTRUTOR DE ALAGBÊS.

Fon: Vagner de Aganju em facebook 

Mãe Carmen de Oxalá e Carla Joner, repassando os passos da celebração Conexões Ancestrais

In Comunidade Tradicional de Terreiros, Projetos Mais Cultura on Maio 24, 2013 at 3:51 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  24   de maio  – Guaíba- RS –Brasil

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No dia que antecede a apresentação do Conexões Ancestrais,  na Casa de Cultura Mario Quintana estiveram em reunião  mãe Carmen de Oxalá e a produtora  de eventos Carla Joner,  para quem não sabe, Carla é uma produtora que com seu trabalho respeita,  valoriza  e da expressão as culturas populares do Brasil.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Chek list para amanhã ! Mãe Carmen e Carla Joner repassamos os últimos detalhes para a realização  da atividade do Conexões Ancestrais, que acontecerá no final do Conexões Globais.

Vai ficar bem legal, aguardem !

logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

CORTEJO E MUITO AXÉ PARA ENCERRAR O CONEXÕES GLOBAIS

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 24, 2013 at 2:10 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  24   de maio  – Guaíba- RS –Brasil

O Conexões Globais se encerra nesse sábado, 25, com um show e um resgate à natureza e ao convívio entre as pessoas – o  ”Conexões Ancestrais”. Um grupo de pessoas da Associação beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá de Guaíba (Assobecaty) vai organizar um cortejo que parte do assentamento do Bará no Mercado Público de Porto Alegre e que fará, com a ajuda do público do Conexões, uma oferenda em homenagem à orixá Oxum.

“O patrono da tecnologia é Ogum, mas como o Conexões Globais é um evento que discute a imagem virtual e a visibilidade, decidimos que Oxum deveria ser a receptora dessa oferenda”, explica mãe Carmende Oxalá, organizadora da celebração.

O grupo parte do Mercado Público rumo ao palco de espetáculos do Conexões na CCMQ. Lá, vai se encontrar com o Bloco da Laje, que fará o último show da noite, as 19h30. A oferenda será colocada junto a dois potes com mel, onde as pessoas poderão depositar papéis escritos seus sonhos, desejos e esperanças. Ao término do evento, segue o cortejo de entrega da oferenda a Oxum até à beira da praia da Usina do Gasômetro.

Durante o trajeto, a Assobecaty terá a companhia mais que especial do grande Bloco da Laje – e o público recebe um “chuveiro de axé”, com água de cheiro, pétalas de rosa e pipoca.

Veja o convite do Bloco da Laje para esquentar o Conexões no fim do sábado:

http://www.conexoesglobais.com.br/cortejo-e-muito-samba-para-encerrar-o-conexoes-globais/

TRANSMITA O CONEXÕES GLOBAIS DO SEU BLOG!‏

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 23, 2013 at 12:01 am

 

REVISTA CONEXÃO AFRO

 

logo Revista Conexão Afro  23   de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Conexões Globais convida toda a rede para acompanhar os Diálogos Globais e shows do evento AO VIVO pela internet a partir desta quinta-feira (23), direto da Travessa dos Cataventos, na Casa de Cultura Mario Quintana. Você poderá assistir aostreaming amanhã, sexta (24) e sábado (25), sempre das 14h às 21h.

Para transmitir o evento no seu site ou blog, basta copiar o código abaixo e colar no HTML do editor de texto da sua página web.

 

 

skype: nanda.barreto
facebook.com/nandabarreto
…… __@
…._ \ >_
(_)/ (_)

“acreditar em algo e não vivê-lo é desonesto” – gandhi
logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

JORNAL HORA GRANDE DIVULGA PROJETO DESENVOLVIDO PELA ASSOBECATY

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 22, 2013 at 11:52 am

Carla Joner e Mãe Carmen de Oxalá no Bará do Mercado

In Comunidade Tradicional de Terreiros, Projetos Mais Cultura on Maio 20, 2013 at 2:55 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  20   de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Final de tarde encontro com Carla Joner, no Bará do Mercado POA/RS, PADẼ, encontro com o Bará, segunda -feira, poderíamos dizer, tipo ritual licença, para que o Bará oriente e dê inspiração para o novo caminho que começamos trilhar, e para esse é preciso muita proteção. — com Carmen Lucia da Oliveira.

Foto: Final de tarde encontro com Carla Joner, no Bará do Mercado POA/RS, PADẼ,  encontro com o Bará, segunda -feira, poderíamos dizer, tipo ritual licença, para que o   Bará  oriente e dê inspiração para  o novo caminho que começamos trilhar, e para esse é preciso muita proteção.
logo Revista Conexão Afro 
CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

 

HOMENAGEM AOS PRETOS VELHOS NO QUILOMBO DO AREAL DA BARONESA

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 19, 2013 at 12:10 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  29 de maio  – Guaíba- RS –Brasil
19/05/2013 18:42
HOMENAGEM AOS PRETOS VELHOS NO QUILOMBO DO AREAL DA BARONESAA Homenagem aos Pretos Velhos foi uma realização da AAFRUSUL, CNAB/RS, Quilombo do Areal da Baronesa, GAAA e parceiros. Foi uma tarde maravilhosa de musica, apresentações, aula de dança de salão e samba, tivemos a apresentação da dança dos orixas e as 17h iniciou-se a cargo da Yá Glaci DE Oxum e Filhos uma homenagem aos pretos velhos.Agradecemos a presença de todos os pais e mães de santos, movimentos negros, comunidade quilombola de Porto Alegre e simpatizantes que se fizeram presentes.

Porto Alegre, 18 de Maio 2013

CNAB/RS

Leia mais: http://cnabrs.com.br/news/homenagem-aos-pretos-velhos-no-quilombo-do-areal-da-baronesa/

logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

Mãe Beth de Oxum, Na Virada Cultural em São Paulo abrindo os caminhos para apresentação do Filme Pernamcubanos

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 18, 2013 at 12:25 am

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro 18  de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Baixar

Baixe 921019_4494763221777_103138398_o.jpg (305,9 KB)

Mãe Beth de Oxum, Na Virada Cultural em São Paulo  abrindo os caminhos para apresentação do Filme  Pernamcubanos – O caribe que nos une,  no Sesc Consolação, a sala lotou. ela butou todo mundo pra dançar coco.

foi Maravilhoooooso,  Cheio de Axé,  Salve a Cultura brasileira…

Beth de Oxum,Na virada Cultural em São Paulo  abrindo os caminhos para apresentação de Pernamcubanos no Sesc Consolação, a sala lotou.

seque em anexo foto

 

logo Revista Conexão Afro 

 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com

 

Falar com Mãe

 

Carmen de Oxala :

 

  (51) 81810404 / (51)  30556655

 

maecarmendeoxala@hotmail.com

DJ Selecta Armandinhoreggae

IV Encontro Nacional da Rede Mocambos:

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 17, 2013 at 11:55 am

 

                  

 

REVISTA CONEXÃO AFRO

 

logo Revista Conexão Afro  17  de maio  – Guaíba- RS –Brasil

IV Encontro Nacional da Rede Mocambos:

Fortalecimento dos Núcleos de Formação e Comunicação Quilombola

Para “fazer um mundo mais do nosso jeito”!

Edital Capacitação de Lideranças e o Fortalecimento Institucional Junto às Comunidades Tradicionais de Matriz Africana no Brasil – Chamada Pública nº 001/2012 – Secretaria de Políticas de Promoção da igualdade racial.

Entre os dias 27 de maio e 03 de junho de 2013, a Casa de Cultura Tainã (Campinas SP) sediará o IV Encontro Nacional da Rede Mocambos, reunindo griôs da cultura negra, quilombolas, colaboradores diversos e integrantes dos Núcleos de Formação Continuada da Rede. Já estão confirmadas participações de 8 estados: São Paulo, Bahia, Pará, Amapá, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Maranhão.

O evento dará início aos encontros do Projeto Núcleos de Formação e Comunicação Quilombola, realizando a partir disso, um conjunto de oficinas e debates para efetivação de ações através de uma rede de produção, que irá organizar e difundir conteúdos históricos, artísticos, culturais, técnicos e linguísticos, produzidos por comunidades tradicionais por meio da comunicação comunitária.

A Rede Mocambos, ao acumular uma trajetória de quase uma década de articulação negra e

quilombola, traz em suas experiências para o contexto atual de seus encontros, no campo da cultura negra e de pesquisa e desenvolvimento em cultura digital, a possibilidade de estruturação de acervos digitais a partir de servidores de baixo custo. Esses servidores deverão permitir a criação, organização e difusão de conteúdos de saberes ancestrais em comunidades com ou sem acesso à Internet, através de textos, das artes e do áudio visual.

Essa é uma das tentativas de intervir no cenário preocupante de desmantelamento dos saberes afro comunitários, como reflexo de um contexto que associa uma história de invisibilização e opressão pautada no “supremacismo branco” com as eficazes articulações entre capitalismo, racismo e dominação dos meios de comunicação pelas elites.

Esse projeto que permeia o IV Encontro Nacional é um contraponto, consequência de anos de acúmulo, pesquisa e articulação, gira em torno de questões centrais que entendem a apropriação da comunicação numa perspectiva ancestral, não apenas como a ruptura do indivíduo em ser mero receptor de informação, mas também como uma estratégia de poder com capacidade de redefinir e ampliar uma filosofia do ser e suas infinitas possibilidades de intervenção na realidade. Casa de Cultura Tainã

Rua Inhambu, 645 – Praça dos Trabalhadores – Vila Castelo Branco

13.061.300 Campinas – SP

taina@mocambos.net / www.mocambos.org – telefones : 19 3228.299319 3324.39

logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

III Roda de Conversa abolição não conclusa para as mulheres negras

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 16, 2013 at 11:21 am

REVISTA CONEXÃO AFRO

logo Revista Conexão Afro  16  de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Roda de Conversa da Assobecaty

100_3569

                  

IV Encontro Nacional da Rede Mocambos:

 

Fortalecimento dos Núcleos de Formação e Comunicação Quilombola

Para “fazer um mundo mais do nosso jeito”!

 

Edital Capacitação de Lideranças e o Fortalecimento Institucional Junto às Comunidades Tradicionais de Matriz Africana no Brasil – Chamada Pública nº 001/2012 – Secretaria de Políticas de Promoção da igualdade racial.

 

 

Entre os dias 27 de maio e 03 de junho de 2013, a Casa de Cultura Tainã (Campinas SP) sediará o IV Encontro Nacional da Rede Mocambos, reunindo griôs da cultura negra, quilombolas, colaboradores diversos e integrantes dos Núcleos de Formação Continuada da Rede. Já estão confirmadas participações de 8 estados: São Paulo, Bahia, Pará, Amapá, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Maranhão.

 

O evento dará início aos encontros do Projeto Núcleos de Formação e Comunicação Quilombola, realizando a partir disso, um conjunto de oficinas e debates para efetivação de ações através de uma rede de produção, que irá organizar e difundir conteúdos históricos, artísticos, culturais, técnicos e linguísticos, produzidos por comunidades tradicionais por meio da comunicação comunitária.

 

A Rede Mocambos, ao acumular uma trajetória de quase uma década de articulação negra e

quilombola, traz em suas experiências para o contexto atual de seus encontros, no campo da cultura negra e de pesquisa e desenvolvimento em cultura digital, a possibilidade de estruturação de acervos digitais a partir de servidores de baixo custo. Esses servidores deverão permitir a criação, organização e difusão de conteúdos de saberes ancestrais em comunidades com ou sem acesso à Internet, através de textos, das artes e do áudio visual.

 

Essa é uma das tentativas de intervir no cenário preocupante de desmantelamento dos saberes afro comunitários, como reflexo de um contexto que associa uma história de invisibilização e opressão pautada no “supremacismo branco” com as eficazes articulações entre capitalismo, racismo e dominação dos meios de comunicação pelas elites.

 

Esse projeto que permeia o IV Encontro Nacional é um contraponto, consequência de anos de acúmulo, pesquisa e articulação, gira em torno de questões centrais que entendem a apropriação da comunicação numa perspectiva ancestral, não apenas como a ruptura do indivíduo em ser mero receptor de informação, mas também como uma estratégia de poder com capacidade de redefinir e ampliar uma filosofia do ser e suas infinitas possibilidades de intervenção na realidade. Casa de Cultura Tainã

Rua Inhambu, 645 – Praça dos Trabalhadores – Vila Castelo Branco

13.061.300 Campinas – SP

taina@mocambos.net / www.mocambos.org – telefones : 19 3228.299319 3324.39100_3566Na tarde da última segunda-feira, 13 de Maio de 2013, reuniram-se na Assembléia Legislativa do Estado Rio Grande do Sul mulheres negras e parceiros que responderam ao chamado da ASSOBECATY – Associação Beneficente Cultural Africanista Templo de Yemanja para uma roda de conversas sobre ab100_3565olição não conclusa para as mulheres negras. Estiveram presentes ao encontro Mãe Carmen de Oxalá, presidente da Assobecaty e responsável pelo chamamento; as entidades Conselho Nacional Afro Brasileiro – CNAB – RS, Associação de Mulheres Unidas Pela Esperança – AMUE, do Morro da Polícia em Porto Alegre e Grupo de Ação Afirmativa Afrodescendente – GAAA; quinze mulheres interessadas em debater a temática e o antropólogo Marcello Múscari a acompanhar as atividades desenvolvidas.

    Conforme relatado ao início do encontro por Mãe Carmen de Oxalá, o objetivo daquela tarde era justamente criar espaços de visibilidade no seio do poder público estadual para a temática da abolição inconclusa das mulheres negras, e oportunizar que elas próprias se coloquem nestes lugares e deles exponham suas percepções sobre o tema.

100_3568

  Ao início das conversas Mãe Carmen de Oxalá apresentou um breve relato da trajetm contribuir com a temática. Ao final, foram debatidos tópicos relativos particularmente à realidade de alguns dos grupos ali presentes, do que se concluiu que a melhor estratégia para o fortalecimento de cada um dos componentes do movimento seja seu apoio e ancoragem no coletivo. Conforme foi dito, “o sistema nos induz a trabalhar sozinhos e é por isto que temos que nos unir para termos mais força”.ória do evento, narrando sua primeira realização no ano de 2011 e articulação do “1 encontro nacional de Iás”, realizado no município de Guaíba no mesmo ano. A proponente desenvolveu também uma breve reconstituição acerca da história de inserção social das mulheres negras no Brasil, do período que imediatamente se seguiu à abolição formal da escravidão, até as modernas formas de exclusão que se impõem sobre estas mulheres. Ao final, resta a idéia de que apesar de muitas vezes terem sido mulheres negras as protagonistas de importantes mudanças no contexto socioeconômico nacional, ainda hoje estas figuras históricas e contemporâneas não logram reconhecimento por suas trajetórias de força e luta por melhores condições de vida para si próprias e seus grupos sociais de origem.

    Após sua fala, um a um os participantes puderam se apresentar e, conforme a disposição, desenvolver falar sobre suas percepções e contato com o tema. Amplamente, as falas giraram em torno de casos em que mulheres negras, mesmo quando ocupam espaços de visibilidade e decisão, tem suas ações expropriadas por outros atores; foi criticada a reincidente invisibilizadão, por parte do poder público, das ações protagonizadas por estas mulheres, e também debatido os modos como a promoção do protagonismo negro feminino pode se articular e contar com a colaboração de outros atores sociais, especificamente, de homens interessados em contribuir com a temática. Ao final, foram debatidos tópicos relativos particularmente à realidade de alguns dos grupos ali presentes, do que se concluiu que a melhor estratégia para o fortalecimento de cada um dos componentes do movimento seja seu apoio e ancoragem no coletivo. Conforme foi dito, “o sistema nos induz a trabalhar sozinhos e é por isto que temos que nos unir para termos mais força”.

Ao final da tarde, foram elaborados três encaminhamentos que devem pautar a continuidade do debate deste dia em diante. São eles:

        – Organização de um Grupo de Trabalho para atuar na organização do seminário 25 de julho  de 2013.

logo Revista Conexão Afro 

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

ASSOBECATY É PONTO DE CULTURA – NOME IlÊ AXÉ CULTURAL

In Guaiba, Inclusão Digital no Axé, Projetos Mais Cultura on Maio 15, 2013 at 6:37 pm

15 DE MAIO  – Guaíba- RS –Brasil

Aló comunidade de guaibense, gaúcha e brasileira nós da Casa Tradicional ASSOBECATY, estamos muito felizes por termos conseguido ganhar o Ponto de Cultura para nossa cidade., Gente sempre fizemos cultura, porque cultura faz quem sabe, e só apoia que entende, conquistamos O PONTO DE CULTURA ILẼ AXÈ CULTURAL Valeu todos os esforços de pessoas que fazem com que ASSOBECATY fique mais fortalecida .VALEUUUUUUUUUUUUUUUUU! — com Nei D’Ogum e outras 45 pessoas.

Foto: Aló comunidade de guaibense, gaúcha e brasileira nós da Casa Tradicional ASSOBECATY, estamos muito felizes por termos conseguido ganhar o Ponto de Cultura para nossa cidade., Gente sempre fizemos cultura, porque cultura faz quem sabe, e só apoia que entende, conquistamos O PONTO DE CULTURA ILẼ AXÈ CULTURAL Valeu todos os esforços de pessoas que fazem com que ASSOBECATY fique mais fortalecida .VALEUUUUUUUUUUUUUUUUU!

Mãe Carmen de Oxalá realiza Roda de 13 de maio Abolição não Conclusa para as Mulheres Negras

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 13, 2013 at 10:47 pm
logo Revista Conexão Afro   13  de  maio  –Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

Movimento 13 de Maio Abolição não conclusa para as mulheres negras, Leva o tema do feminino negro entra em discussão nos espaços de poder !

Foto: Movimento 13 de Maio Abolição não conclusa para as mulheres negras, Leva o tema do feminino negro entra em  discussão nos espaços de poder !

Um grupo de mulheres  entra em ação na luta contra as contradições existentes, pela falta de espaço politico para as mulheres negras, falta de estímulo ao empoderamento,

Foto: Um grupo que entra em ação na  luta contra as contradições existentes, pela falta de espaço politico para as mulheres negras, falta de estímulo ao empoderamento,

Atividade 13 de maio abolição não conclusa para as mulheres negras

Foto: Atividade 13 de maio abolição não conclusa para as mulheres negras

 

Foto: A prosa foi tão boa, que optamos em não finalizá-la estaremos dando continuidade em reuniões preparatórias para  grande encontro dia 25 de julho.

A prosa foi tão boa, que optamos em não finalizá-la estaremos dando continuidade em reuniões preparatórias para grande encontro dia 25 de julho.

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxalá
  (51) 81810404 / (51)  30556655

VEM AI MAIS UMA EDIÇÃO DA RODA DE CONVERSA ABOLIÇÃO NÃO CONCLUSA PARA AS MULHERES NEGRAS

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 10, 2013 at 4:56 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

10  de maio  – Guaíba- RS –Brasil

mulheres-negras-3O que?
Roda de Conversa 13 de maio abolição não conclusa para as mulheres negras
Quando ? 13 de maio
14 h
Onde Assembléia Legislativa/ 4º andar sala Salustiano Pasqualine
REALIZAÇÂO; ASSOBECATY e AMUE
APOIO :
Comissão de Educação, Cultura Desporto, Ciência e Tecnologia – Assembléia Legislativa
CNAB- Congresso Nacional Afro Brasileiro
Conexão Afro
CMP-Central de Movimentos Populares
Associação Conexão Comunitária

Foto: O que?<br />
Roda de Conversa 13 de maio abolição não conclusa para as mulheres negras<br />
Quando ? 13 de maio<br />
14 h<br />
Onde Assembléia Legislativa/ 4º andar sala Salustiano Pasqualine<br />
REALIZAÇÂO; ASSOBECATY  e AMUE<br />
APOIO :<br />
Comissão de Educação, Cultura Desporto, Ciência e Tecnologia - Assembléia Legislativa<br />
CNAB- Congresso Nacional Afro Brasileiro<br />
Conexão Afro<br />
CMP-Central de Movimentos Populares<br />
Associação Conexão Comunitária
CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
(51) 81810404 / (51) 30556655

maecarmendeoxala@hotmail.

Festa religiosa tradicional no Vale do Jequitinhonha é declarada Patrimônio Cultural de Minas

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 9, 2013 at 3:22 pm

REVISTA CONEXÃO AFRO

09  de maio  – Guaíba- RS –Brasil

Diminuir Fonte Aumentar Fonte

Diminuir Fonte Aumentar Fonte

Agência MinasPublicação:09/05/2013 18:09

Irmandade é símbolo de riqueza cultural da região (Iepha MG/Reprodução)

Irmandade é símbolo de riqueza cultural da região

A Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, do município de Chapada do Norte, no Vale do Jequitinhonha, foi aprovada na última quarta-feira, 8, como Patrimônio Cultural Imaterial de Minas Gerais. A decisão do Conselho Estadual do Patrimônio Cultural (Conep) foi unânime.

Expressão de religiosidade e de fé, a festa é uma celebração que há mais de dois séculos movimenta apopulação do Médio Jequitinhonha. Durante 15 dias, a festa acontece no município. São realizadas novenas, leilões, coroação, distribuição de doces, lavagem da Igreja e eventos típicos, como a Quinta do Angu (distribuição de refeição) e a Buscada da Santa (encenação da aparição da Virgem do Rosário).

O processo de registro foi apresentado pelo gerente de Patrimônio Imaterial do Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), Luis Gustavo Molinari Mundim. Durante o processo de instrução do registro foram levantadas e analisadas informações e dados que ratificam a importância da festa como bem cultural imaterial.

Dez membros da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos viajaram 528 km até Belo Horizonte para acompanhar a decisão do conselho. Eles ouviram atentamente os pareceres positivos e de cada conselheiro, que ressaltaram a importância desse registro.

O vice-presidente da irmandade, conhecido como Seu Olímpio, aproveitou a ocasião para agradecer. “A história do povo de Chapada do Norte é que foi registrada”, destaca. O retorno à cidade está sendo aguardado com muita expectativa por toda a comunidade. Para o Seu Olímpio, o próximo passo é se reunir com os membros da irmandade para uma reunião e desenvolver trabalhos de educação patrimonial junto às escolas da região.

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
(51) 81810404 / (51) 30556655

maecarmendeoxala@hotmail.