Revista Online Conexao Afro

Archive for Fevereiro, 2011|Monthly archive page

EGBOMY CONCEIÇÃO REIS DE OGUM NA CASA TRADICIONAL ASSOBECATY

In Uncategorized on Fevereiro 28, 2011 at 12:00 pm

N°1- 28 de fevereiro o ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO

A casa tradicional ASSOBECATY-  Fundada por Mãe Quina de Iemanja hoje é admirada no Brasil por manter viva a chama da resistência feminina no axé, que neste ano comemora os 77  anos de fundação e seus 23 de conotação  juridica.  Entre as diversas atividades desenvolvidas , os rituais sagrados receberam  umafotos 10 369atenção muito especial, o Xirê dedicado ao orixá Oxalá , orixá  que rege a vida da sucessora da  Assobecaty, este  precedido de um ato político .  Uma comemoração de tal grandeza não poderia receber convidados de menor importância , estiveram presentes as representações do poder público municipal de Guaíba, Governo do Estado do Rio Grande do Sul e representantes do Ministério da Cultura – Fundação Palmares , além das inúmeras congratulações recebidas de diferentes localidades, inclusive de personalidades religiosas do exterior. Egbomi Conceição Reis de Ogum  do estado de São Paulo veio especialmente para ser a patronesse da revista Conexão Afro Online  lançada pela casa. Egbomi Conceição recebeu o titulo em virtude pelo seu relevante trabalho de comunicação social para terreiros. Aguardem agenda da patronesse Egbomi Conceição Reis de Ogum, durante as comemorações.

Anúncios

1º Momento da Comemoração na ASSOBECATY 77 Anos Resistência e 23 de Identidade Juridica

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Fevereiro 27, 2011 at 10:33 pm

N°1-27 de  fevereiro ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil

 

REVISTA CONEXÃO AFRO

Comemoração da Herança Africana

Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Iemanjá , também conhecida como ASSOBECATY, realizou uma comemoração muito especial: 77 anos de existência e 23 anos de identidade juridica. Tal fato não acontece todo dia, para os especialista no assunto como Reginaldo Prandi, no processo de sucessão religiosa, quando um terreiro é governado por um grande  Babalorixá ou Yalorixa é quase impossível a sua sustentação visto a situação que se desenvolve para  assegurar a existência da casa. Quem passa por este processo é identificado pelo seu perfil de resistência.  Esse é um dos grandes desafios  que  Mãe Carmen de Oxalá, vem enfrentando no decorrer de 10 anos, administrar a  casa de religião  que era de sua mãe biológica.

No percurso  de vida de  uma mulher negra que tem uma cultura de origem  diferenciada devido a uma estreita ligação com a religião ancestral, Mãe Carmen, além de seu papel de líder espiritual é acadêmica em psicologia,  situação pouco comum porém, para quem acredita em orixá, foi o orixá Oxalá, que lhe impôs esta condição de vida. Para ela, tanto os conhecimentos  da ciência quanto a religião é de repasse obrigatório às novas gerações, conhecimentos alcançados através do tempo, dos eventos, dos espaços freqüentados, atendo as raízes de seu povo de forma a preservar a memória e as tradições culturais de seus antepassados ao mesmo tempo em que traz à luz a criticidade científica. Este fato também desperta  diferentes reações nas pessoas.  Os sentimentos que se tornam mais evidentes são os que se originam no grande carisma de sua personalidade e pela sua força espiritual na  acolhida  de seu babalorixá Cleon de Oxalá, seus irmãos de santo, no respeito de sua filha biológica, Greice Ellen, seus filhos de santo, amigos, voluntários e das parcerias com a comunidade local, estadual, nacional  e  comunidade acadêmica.

Representantes destes segmentos com os quais a religiosa mantém vinculos é que se reuniram para os festejos  de aniversário da Assobecaty.

A Celebração: ritos religiosos e afirmação de compromissos políticos e sociais

A circularidade, oralidade e a hierarquia dos Orixás foram respeitados desde o inicio da celebração de Aniversário da Assobecaty

100_0984Como não poderia ser diferente, o inicio do ato político que antecedeu o religioso,  foi propositadamente  pensado segundo três princípios civilizatório africanos, que são  marcantes nos rituais religiosos  e nas  culturas africanas: a disposição das cadeiras  em  circularidade, a promoção da oralidade como a  fonte  difusora da cultura e da história e a abertura, de responsabilidade do Orixá Bará, que transporta o Axé entre o mundo humano e o sagrado, neste caso representado por seu filho Toninho do Bará (com Ylê Axé Bará Lanã aberto no município de Pelotas) com o poema O que é Cidadania. As visitas  foram convidadas a contemplar o aniversário da Assobecaty  se utilizando desta tradição oral da cultura africana.

Veja  a Celebração da Assobecaty   no Yotube.

Com sede no Rio Grande do Sul , ASSOBECATY  surgiu em 1934, fundada na cidade de Pelotas por Mãe Quina de Yemanjá e transferida, na década de 70  para a cidade de Guaíba.  Neste município em 1988 com a  somatória de inúmeras iniciativas de projetos sociais nasce a necessidade de identidade juridica afim de manter a raiz ancestal, além de  promover, divulgar e difundir a religião de tradição de matriz africana  e a cultura afro-brasileira em todas as suas formas e manifestações. Desde então o trabalho não parou de crescer.  São desenvolvidas intervenções sócio-culturais e educacionais, junto à comunidade, como palestras, sessões de cinema,  a exposição Ilê Ifé, espetáculos, seminários, carreata de Mãe Oxum, procissões e uma estrutura  de comunicação digital e popular nos 37 blogs mantido pela entidade. Os projetos da associação se caracterizam por dar prioridade a construção coletiva, e neste mesmo clima é que o ato de abertura exigiu uma responsabilidade para com esta postura, em plena busca de unidade  foi garantido que  todos os visitantes tivessem a oportunidade de se manifestar.

Após as falas das autoridades civis, politicas e religiosas a casa ofereceu  um jantar que foi servido no salão da Umbanda. Mãe Carmen de Oxala  continuou no salão principal  recebendo os comprimentos dos convidados. Acompanhe.DSC02070 Mâe Carmen de Oxalá e Dr. Maurício Reis representando a Fundação Palmares

Este é o momento que se mistura alegria, fé e religiosidade no espaço que é uma pequena Àfrica. É tempo de celebrar, não somente o aniversário da Assobecaty, mas também devemos celebrar o reconhecimento político da Fundação Cultural Palmares, vinculada ao Ministério da Cultura , órgão que tem o compromisso pela superação  da desigualdade e pela preservação e difusão da raiz africana. Dr Maurício Reis que já havia acompanhado o lançamento da revista Conexão Comunitária há um ano atrás, pode acompanhar o lançamento da Revista Conexão Afro On line

DSC02069

ASSOBECATY é um espaço que simboliza a resistência do feminino negro dentro do território de Axé, é aqui que lembramos as três princesas míticas que fundaram a religião de Matriz Africana no Brasil: Yá Detá, Yá Kalá, Yá Nassô que na história de existência da Assobecaty sempre forão regidas por “matrilinearidades”, isto é onde as crianças são identificadas em função de suas  Mães, que fazem acontecer cotidianamente , por estas questões que  é tempo de comemorar.

DSC02073

Alabê Antônio Carlos de Xangô, Mãe Carmen de Oxalá e Mauricio Reis da Fundação Palmares

A existência da Assobecaty, tem muito a ver com instituições que foram criadas para  lutar e mudar a realidade excludente e discriminatória do povo negro, a partir da promulgação da Constituição Cidadã e nasceu no cenário da redemocratização do país e do centenário da abolição da escravatura em 1988 tal como o CODENE- Conselho de Desenvolvimento e Participação da Comunidade Negra do estado do Rio Grande do Sul.

Assim, o Templo de Yemanjá  dava o primeiro passo para as politicas afirmativas e hoje está dentro da proposta da ONU que declara 2011 como Ano afrodescendente;

DSC02065

Marcelo Azevedo – Diretor de Cidadania Cultural e João Pontes – Coordenador dos Pontos de Cultura ambos da Secretaria do Estado da Cultura RS,  EgbomiConceição Reis de Ogum, patronesse da Revista Conexão Afro  Online e Mãe Carmen de Oxala

DSC02075

A psicológa Sandrali Bueno em nome do Gabinete da Primeira Dama do Estado

O gabinete da 1ª Dama Sra. Sandra Krebs Genro, foi representado pela Psicológa Sandrali Bueno. Sua presença  reafirma que estamos em outro momento politico no estado do Rio Grande do Sul por dois motivos: por ser uma mulher afrodescendente neste espaço e pela primeira vez que o gabinete demonstra interesse em estar em todos os espaços, inclusive em casa de religião afro. Devemos ter um olhar focado nas questões que envolvem a condição feminina.

DSC02080

Representando o  Secretário Fabiano Pereira da Sec. de Direitos Humanos a Sra Sandra Maciel e representando a Secretaria de Politicas para Mulheres, Sra Rosi

A questão de Igualdade Racial  e de gênero tem tudo a ver com o espaço das comunidades tradicionais de Terreiros,  e  a participação dessas secretarias dá fortes indicios de tempos de mudanças, , sabemos que ainda temos muita luta para alcançarmos as mudança, mesmo assim, a comunidade da Assobecaty, está muito confiante.  Desperta em nós, um sentimento  que o governo estadual  esta interessado  na questão racial e de genero somando as necessidades de terreiro. Temos que continuar lutando mas já temos quem nos ouve.

DSC02085

A coordenadora da Coordenadoria Municipal de Políticas para Igualdade Racial , do municipio de Canoas – Copir, Maria Aparecida Mendes, participou da comemoração dos 23 anos de personalidade jurídica da Assobecaty

DSC02086

Mãe Carmen de Oxalá recebe o abraço da representante dos empresárado local, Milena Frazon , proprietária do Supermercado Atual.

DSC02067

Babalorixá Toninho de Bará , filho de santo de Mãe Carmen de Oxalá , dirigente do Ilê Axé Bará Lanã na cidade de Pelotas , com dignidade  representa no municipio  de origem, a bandeira da ASSOBECATY.

DSC02074

Pai Roni de Ogum o religioso mais antigos da cidade de Guaíba, representa o movimento da Comissão Permanente da Semana Municipal da Umbanda e das Religiões de Matriz Africana, Pai Ricardo de Oxum representando a Comissão Impulsora da Semana Municipal da Umbanda e das Religiões de Matriz Africana , ambos companheiros de luta pelo resgate da Gruta de Mãe Oxum e da Pedra de Xangô da Praia da Alegria.

DSC02066

Mãe Nilsa  e esposo  componentes da comissão Impulsora da Semana Municipal da Umbanda e das Religiões de Matriz Africanas, presenças que potencializam as lutas do movimento religioso no municipio de Guaiba.

DSC02068

Na foto da esquerda  Cleomar de Xango, professor de educação fisica e filho de Mãe Carmen de Oxala,  trouxe sua familia biologica para apreciar a festa e celebrar a data festiva.

O  cerimonial  foi elaborado com muita responsabilidade, carinho e emoção por Denise Flores, como estava  recolhida em obrigação religiosa, a entidade solicitou apoio da  Historiadora Mirian Leão, representante da organização AAMA (Associação Amigos do Meio Ambiente),  que no dia da festa assegurou o conjunto de normas legais do protocolo, dando maior “pompa” a solenidade.
Este evento entra para a história  por singularizar o alicerce da visibilidade para a questão, não percebida ou não comentada: um fenômeno contemporâneo que aponta para a extinção da mulher negra no comando de casas de religião no Brasil, sendo mais raro ainda nas casas consideradas de tradição. A ancestralidade feminina, aqui exaltada, é também uma homenagem a fundadora Ialorixá Quina de Iemanjá que deixou este legado, que contribui para  o bem comum e a transformação sócio religiosa e étnica.

acc06c6a05bcb09bb57deafa69fda171

Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Iemanja

Rua Wenceslau Fontoura n. 226 – Jardim Santa Rita- Guaiba, RS- Brasil, Fone (51) 30556655, email ;assobecaty@hotmail.com

caracoles Falar com Mãe Carmen de Oxalá  Fone: (51) 97010303 e  84945770

maecarmendeoxala@hotmail.com

logo conexão IIi

Revista Conexão Afro:

conexaoafro@gmail.com

Carta de Avaliação da ASSOBECATY á Politica das Cestas – FORMA- RS

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Fevereiro 27, 2011 at 12:53 am

dd8nn97m_226gcmbbngc_b

N°01- 27 de fevereiro –Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

A Secretaria de Políticas  Comunidades Tradicionais 
Sra Ivonete Carvalho
Conforme determinação da assembléia da ASSOBECATY, encaminho avaliação da política da cesta alimenticia
Homenagem aos 23 anos de Personalidade Jurídica e 77 Anos de Fundação da Casa Tradicional de Matriz Africana Assobecaty
Relatório Final de Atividade Avaliativa referente ao beneficio alimenticio concedido pelo governo federal.
Ao finalizarmos as discussões sobre este ítem verificamos que as condições pelas quais estamos executando esta política assistencial em parceria com a SEPIR e o MDS são as seguintes:
1.Fazemos parte do histórico desta politica desde sua implantação e portanto nos sentimos qualificados a expressar e emitir uma avaliação
2.Que a alteração da metodologia para a organização via forum limitou a autonomia dos terreiros de desenvolver suas representações autenticamente em  outros espaços
3. A metodologia inicial de “Terreiros Polo” assegurava maior articulação da comunidade  religiosa pois havia uma responsabilização entre as casas e terreiros para o fortaleciemento mútuo.
4.A gestão do Fórum não responde aos princípios democráticos da participação uma vez que as reuniões, eventos, calendários e processos decisórios não são, na maior parte das vezes, compartilhados nas reuniões.
5.A representação via coordenação do Fórum deu isenção à participação das casas e terreiros na vida religiosa e comunitária das demais, enfraquecendo as ações de todos os participantes de um modo geral. 
6.Os critérios de adesão ou exclusão de terreiros aos benefício são difusos e jamais foram coletivizados os motivos de tomada de decisão sobre uma questão ou outra.
7. O modelo de prestação de contas do benefício não responde sobre o número de cestas alimentícias e a capacidade que cada uma das casas tem de administrar a quantidade de gêneros que recebe, nem a disparidade que existe entre a quantidade do benefício que um terreiro recebe em relação ao outro.
8. Identificamos membros do grupo de comunidade de terreiro que estão declaradamente desguarnecidos do benefício ainda que vinculados oficialmente a esta política
9. A deliberada associação de uma política pública à interesses elitorais identificada pela coleta do número de registro eleitoral dos participantes, no mínimo é constrangedor
10.Que a política alimentícia não deve ser vinculada, tal como é solicitado pelo forum, a quaisquer tipos de taxas e/ou associação compulsória que não represente os direitos e deveres explícitados pela própria política governamental
Frente ao exposto encaminhamos:

  • Levar esta avaliação ao conhecimento da Sepir
  • Intervenção da autoridade política pública
  • Retorno à metodologia de Terreiros Polos
  • Que este instrumento de avaliação  referendado pelos filhos e filhas do Ylê Assobecaty e demais terreiros beneficiados seja assegurado dentro de princípios éticos e constitucionais não sendo assim, nenhum dos envolvidos penalizados pela retirada de benefício ou perseguição de qualquer ordem por contribuir para com a transparência das políticas do governo federal.
  • Que tornou se insustentável para nossa líder espiritual Mãe Carmen de Oxalá fazer frente à esta situação e a este forum manter vinculação dado seus repetidos esforços em garantir publicamente a lisura para com os interesses de nossa entidade, ficando recomendada pela plenária à solicitar desvinculação deste forum e lutar pela garantia de permanencia do benefício.
  • Todas as opiniões aqui expressas refletem os interesse coletivos de nossa Associação e são referendadas pela plenária devidamente constituida conforme Estatuto registrado na forma da lei.

Guaiba, 26 de fevereiro de 2011.

PALMAS E VIVA AOS SACERDOTES

In ROUXINOL: Coluna de Egbomi Concceição Reis de Ogum on Fevereiro 25, 2011 at 3:38 am

Ebony-300x202

N°1- 3 de  Março ano 2011 -Guaíba- RS -Brasi

 

REVISTA CONEXÃO AFRO

 

São Paulo, 23 de fevereiro de 2011

CIRC. nº 11/11-INTECAB-SP

AOS

COORDENADORES DA SECRETÁRIA ADMINISTRATIVA, ASSESSORIA JURIDÍCA, ASSESSORIA SOCIAL E POLITÍCA, ASSESSORIA ESPECIAL JUNTO A COORDENAÇÃO DE S.P, SECRETÁRIO FINANCEIRO, COMISSÃO ESTADUAL DE COMUNICAÇÕES E RELAÇÕES PÚBLICAS, COMISSÃO DE INTERCOMUNIDADES NACIONAL E INTERNACIONAL, COMISSÃO ESTADUAL DE CIÊNCIA E CULTURA, REPRESENTANTE DO CONSELHO CONSULTIVO DO INTECAB SP JUNTO AO CONSELHO NACIONAL DE SALVADOR, COORDENADORES TOQUE DE UNIÃO, COORDENADORES DE ENCONTROS COM PARLAMENTARES ,CONSELHEIROS RELIGIOSOS E RELIGIOSAS, MEMBROS, PARCEIROS, SIMPATIZANTES E AMIGOS.

PREZADOS SACERDOTES E SACERDOTISAS, SENHORES E SENHORAS,

A Coordenação Estadual do INSTITUTO NACIONAL DA TRADIÇÃO E CULTURA AFRO BRASILEIRA COORDENAÇÃO INTECAB/SP e sua  Família  de Intecabianos e Intecabianas vem através desta  PARABENIZAR COM PALMAS E VIVAS aos Sacerdotes umbandistas que participarão do Programa da REDE TV exibido as 22h00 nesta quinta-feira, após temporal que caiu sobre alguns bairros de S.P.

Perguntas pertinentes foram feitas aos entrevistados  de vários segmentos religiosos. Com exemplos de sacerdote antigo de outra tradição da cidade de Codó-Maranhão tido como sacerdote com grande poderio entre os políticos na troca e no sentar de cadeiras, mas sem deixar de dar assistência a  sua Comunidade Religiosa local.

A representação de líderes umbandistas através do Pai Cassio Lopes Ribeiro (Fucabrad) e Pai Guimarães de Ogun (Guerreiros do Axé ) Rafael de Logunede foi muito a contento com suas sábias respostas e explanação de oferendas que veio desmistificar  a palavra macumba da palavra oferenda da palavra magia negra.

PROVOCADOS diversas vezes pelos convidados de outros segmentos religiosos entre pastores, fiéis, católico, ex ou atual representante de magia negra com perguntas sobre? incorporação, bebidas, bem e mal, feitiço, fumos, ação e reação, exus, oferendas, diabos, história da religião, imagens, Zé pelintra, encruzilhada, candidatura política, sincretismo, adeptos, família magia negra, rituais.

As respostas dos Sacerdotes umbandistas atendeu todos e todas das Comunidade de Terreiro da umbanda e do candomblé com posição e sabedoria nas respostas firmes com  linguagem de fácil entendimento, explicações claras e objetivas que veio esclarecer ao público presente e público televisivo com exemplos cotidianos de nossa história de luta, resistência, cura e sucesso dentro do culto e dentro de nossos lares familiares e na nossa profissão.

Exemplos foram demonstrado de como se dão nossas oferendas em encruzilhadas com padês/oferendas (farinha de mandioca, mel ou dendê, pimenta, rosas vermelhas, velas coloridas, cigarrilha, cigarros, charutos) champanhe ou pinga foi demonstrado como também oferendas ao pé de arvore com coco verde velas brancas trabalhos para amor e para trabalho também explicado pelo sr. Rafael de Logunede.

O debate para todos e todas nós Povo do santo que assistimos, veio demonstrar nossos avanços e a palavra NÃO TEMOS UNIÃO E ESTE OU AQUELA (e)  NÃO ME REPRESENTA, OU TERIA QUE SER SEU EU OU ELA A ESTAR LÁ tem que ser abolida dos nossos dicionários e da nossa convivência diária religiosa, partidária e profissional.

Foi  mostrado para o Brasil e para o mundo nossa grande transformação religiosa com entendimento político dos que lá foram, e não fizeram marketing pessoal?  Pois o grande produto c/ demonstração valiosa da Rede TV na apresentação foi um grande fato com acontecimento e manchete no horário:“ A UMBANDA E O CANDOMBLÉ“

Somente fazemos a seguinte observação? Que de uma próxima vez seja convidado também para compor o quadro de Sacerdotes, representantes do Candomblé independente de: Abassa, Associação Cultural Religiosa, Casa, Ilê, Entidade, Ilê, Instituto, Inzo, Organização e de sua tradição/nação. Sabemos muito bem que convites se dão através de amizade, articulação, cliente, indicação, filho de santo, mídia etc e tal.

Mas torcemos que brevemente todos os Programas Televisivos queiram fazer este mesmo debate que vem atender os anseios do  “Povo do axé” principalmente de São Paulo e do Brasil neste ano em que se comemoramos  “ O Ano Internacional do Afro-descendente”.

Sem mais, e no aguardo nos despedimos com todo,
Carinho e axé,
Egbonmy Conceição Reis de Ógùn
Coordenadora INTECAB – SP
Babalorixá Rosevaldo de Oxumarê
Vice-coordenador

Vejam o Curriculo da 1ª Colunista da Revista Conexão Afro Egbomy Conceição Reis de Ogum

In ROUXINOL: Coluna de Egbomi Concceição Reis de Ogum on Fevereiro 24, 2011 at 12:05 am

N°1 -24 de  fevereiro ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO

Ebony-300x202

CURRICULO MARIA CONCEIÇÃO CASEMIRO DOS REIS

ENDEREÇO:-
MORADORA NA RUA MANGUARI, 257 – BLOCO B-2 APTO 24 – CONJUNTO TAMANDUATEI
02167-080 – JARDIM ANDARAI – VILA MARIA BAIXA – SÃO PAULO – S.P.
SEDE DO INTECAB E CANTO DO ROUXINOL – RUA HELIODORA, 371
02022-051 – SANTANA – SÃO PAULO – S.P.

MARIA CONCEIÇÃO CASEMIRO DOS REIS, NASCIDA NO DIA DO ORIXÁ (IROCO) TEMPO DENTRO DA TRADIÇÃO KETU ESTE DIA É 10 DE AGOSTO.
LEONINA, DIVORCIADA, PENSIONISTA DE SEGUNDO TENENTE DO MINISTÉRIO DO EXERCITO.
MÃE DE HOLDSON ELVIS, PRISCILLA E JORGE VINICIUS E AVÓ DE 06 NETOS E NETAS.
CONCLUIU SEUS CURSOS PRIMÁRIOS, SECUNDÁRIOS NOS COLÉGIOS:
NOSSA SRA DAS DORES, LICEU CARVALHO PINTO, BERNARDINO DE CAMPOS TODOS NA ZONA NORTE DE SP NO BAIRRO DA CASA VERDE.
CURSOU ATÉ O 3 ANO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESA NA FACULDADE CAMPOS SALLES (LAPA) ZONA OESTE. CURSOU TAMBÉM ATÉ O SEGUNDO ANO DE JORNALISMO E COMUNICAÇÃO NA UNIVERSIDADE UNINOVE (VILA MARIA) ZONA NORTE.
TRABALHOU NAS EMPRESAS: EDITORA DISCUBRA, RÁDIO SÃO PAULO, BANCO BANDEIRANTES, JORNAL O ESTADO DE SP E SHARP CONSÓRCIO E BANCO BANESPA. SEMPRE NAS AEREAS ADMINISTRATIVA E DE COMUNICAÇÃO.
SEMPRE GOSTOU DE ESCREVER SENDO SEU PRIMEIRO TE XTO NO DIA 13 DE MAIO PARA O JORNAL TRIBUNA SANTISTA (SANTOS) A CONVITE DO JORNALISTA JOSE CAMPOS, FILHO DE SANTO DO OBA JOSE MENDES O REI DO CANDOMBLÉ E TATARANETO DE ZUMBI DOS PALMARES.
ESTE SEU PRIMEIRO TEXTO REFLETIA SOBRE O POSICIONAMENTO DAS MULHERES PERANTE SEUS PEDIDOS A SANTO ANTONIO CASAMENTEIRO NO DIA 13 DE JUNHO.
FOI COLUNISTAS DO JORNAL UMBANDA E CANDOMBLÉ (U&C) HOJE TRIBUNA AFRO BRASILEIRA POR UM PERIODO DE 10 ANOS?
SUAS COLUNAS: O CANTO DO ROUXINOL – UMBANDA TEM GENTE QUE FAZ – RIO DE SOL A SOL – PERGUNTAR SERÁ QUE OFENDE – NEGROS EM EVIDENCIA?
SENDO TAMBÉM COLUNISTA DOS JORNAIS E REVISTAS DO OGUM JIMY (SP) E MIRIAM GARCIA.
PERCORREU COM TRABALHOS DE DIVULGAÇÃO E COMUNICAÇÃO: REGIÕES, CIDADES E ESTADOS!!!
COLUNISTA DOS JORNAIS: A VOZ DO CANDOMBLÉ, JORNAL ODARA, JORNAL AGAXETA, AGEN-AFRO, CEUPAJO COM NOTICIAS E DIVULGAÇÕES DA SEPPIR, MOVIMENTO NEGRO E RELIGIÕES AFRO BRASILEIRA DE MATRIZES AFRICANAS.
LEVOU PELA PRIMEIRA VEZ SACERDOTES (as) DE SP AO MERCADÃO DE MADUREIRA-SHOPPING DO POVO DO SANTO NO RIO DE JANEIRO. ACOMPANHOU VARIOS SACERDOTES (as) NA CASDA DO ESCRITOR DE LIV ROS, APOSTILHA S E CDS DE CANTIGAS DAS RELIGIÕES AFRO BRASILEIRA DE MATRIZES AFRICANAS E CÃNTICOS DE ORIXÁS, ALTAIR BENTO CONHECIDO COMO TOGUN DE NOVA IGUASSU-BAIXADA FLUMINENSE TEVE A OPORTUNIDADE DE CONHECER ATRAVÉS DE EGBONMY CONCEIÇÃO
PAI BATISTA DE OBULUAYE JUNTAMENTE COM UMA COMITIVA DE SACERDOTES (as) LANÇOU SEUS
LIVROS VOLTADO A CULTURA AFRO BRASILEIRA DE MATRIZES AFRICANAS NO CONSELHO DE PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE NEGRA DE SP ATRAVÉS DO CONVITE DE EGBONMY CONCEIÇÃO E LENI ESTILISTA E MODELISTA AFRO, COM DESFILE DE MODA AFRO E APRESENTAÇÃO DE DANÇAS DE ORIXÁS DO OGAN TONINHO DE OBALUAYE DA ZONA LESTE DE SP.
PARTICIPA PELO INTECAB-SP DE MISSAS AFRO E FESTAS DE SÃO BENEDITO DAS IGREJAS:
ACHORIPTA (BELA VISTA) RO SARIO E SANTA EFIGENIA (LARGO DO PAISSANDU)
PARTICIPA DOS AFOXÉS OMO DA COROA DE DADA NOS CARNAVAIS DE SP.
CONGRESSO EM UBERLANDIA- MINAS GERAIS A CONVITE DE PAI ZEZINHO DE OXOSSE E DA C OORDENADORIA DO NEGRO ATRAVÉS DA SRA  CONCEIÇÃO LEAL.
NA CIDADE DE RIO CLARO AJUDOU A FUNDAR A PRIMEIRA ESCOLA DE CURIMBA UMBANDISTA, PARTICIPANDO TAMBÉM DA COORDENAÇÃO DO I CONGRESSO UMBANDISTA DAQUELA CIDADE.
PARTICIPOU DE PROGRAMAS NAS RÁDIOS COMUNITÁRIAS DE MÃE SILVIA DE OXALA BAIRRO DO JABAQUARA (ZONA SUL) JUNTAMENTE COM MÃE LOURDES DE OXUM ” PROGRAMA CANTINHO DA OXUM” LEVANDO PERSONALIDADES DO MOVIMENTO NEGRO E CELEBRIDADES DO MUNDO RELIGIOSO DE SP E DO BRASIL
ESTENDEU-SE TAMBÉM ESTA PARTICIPAÇÃO COM MIDIA RADIOFONICA PARA RÁDIO CARAPICUIBANA DA FEDERAÇÃO CARAPICUIBA PAI DANIEL E CURIMBEIRO FRANKLIN DE OGUM ATUAL PRESIDENTE E FILHO CARNAL DO FALECIDO PAI DANIEL.
DESENVOLVEU VARIOS TRABALHOS M E DIUNICOS DENTRO DA CASA DE DETENÇÃO DE SP ANTIGO CARANDIRU COM GRUPO DE 06 SACERDOTES (as) QUE SEMANALMENTE POR UM PERIODO DE (05) CINCO ANOS LÁ ESTAVAM COM SUAS VESTES E PARAMENTOS, AJUDANDO NOS CASAMENTOS D OS REENDUCANDOS, FESTAS DE SÃO COSME E SÃO DAMIÃO, PALESTRAS COM TEMAS RELIGIOSOS , ENTREGAS DE CESTAS BASICAS
PARA FAMILIARES. ATUALMENTE PROFERE PALESTRAS NAS FUNDAÇÕES CASA DA VILA MARIA (SR RIVALDO)  E BRAZ A CONVITE DO MESTRE ( CARANGUEJO).
FOI CONVIDADA A SE INTEGRAR  NO INSTITUTO NACIONAL DA TRADIÇÃO E CULTURA AFRO BRASILEIRA-INTECAB ATRAVÉS DO PRESIDENTE DO JORNAL TRIBUNA AFRO BRASILEIRA O SR COSME APARECIDO FELIX DE OBALUAYE PARA ATUAR NA PARTE DA IMPRENSA, SENDO APADRINHADA POSTERIORMENTE PELO  TATA NIKISI TAUA DA COBANTU(CONFEDERAÇÃO DAS TRADIÇÕES BANTU NO BRASIL) CARAPICUIBA (ZONA OESTE) FOI COORDENADORA DE COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADE.
COMO MEMBRO DA IMPRENSA, FOI CONVIDADA PELO FALECIDO TOY VODUNN O N FRANCELINO DE SHAPANAN A COMPOR O CONSELHO RELIGIOSO BEM COMO TAMBÉM FAZER PARTE DA SECRETARIA DE
COMUNICAÇÃO E RELAÇÃO PÚBLICA SEGUINDO PARA UMA COORDENAÇÃO.
TODOS COM O ASSENTO RELIGIOSO DO INTECAB-SP
MEMBRO DO CONPAZ (CONSELHO NACIONAL DE CULTURA DE PAZ) DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE SP.
MEMBRO DO CONNER (CONSELHO DE ENSINO RELIGIOSO DO ESTADO DE SP)
MEMBRO DO FORUM RELIGIOSO UMBANDISTA, ESPIRITUALISTAS E CANDOMBLECISTA DE GUARULHOS
MEMBRO DO FORUM DAS RELIGIÕES, CANDOMBLÉ, UMBANDA E ESPIRITUALISTAS DE GUARULHOS
MEMBRO E MADRINHA DA ENTIDADE MULHERES NEGRAS NZINGA DE PIRACICABA
JÁ FOI CONVIDADA PARA SER COORDENADORA POLITICA DO SUPERIOR ORGÃO DE UMBANDA DO ESTADO DE SP (SOUESP)
INDICADA AINDA PELO QUERIDO E SAUDOSO PAI FRANCELINO DE SHAPANAN COMO VICE-COORDENADORA POR SEUS TRABALHOS PRESTADOS AS COMUNIDADE RELIGIOSA E SUBSTITUTINDO TOY VODUNNON FRANCELINO DE SHAPANAN APÓS SUA VO LT A AO ORUN COMO COORDENADORA DO INTECAB-SP
LANÇOU NO PRIMEIRO ANO DE SUA GESTÃO O BOLETIM INFORMATIVO SPSIWAJU COM 5.000 EXEMPLARES, BLOG INTECABSP.WORDPRESS.COM E O NUCLEO DO INTECAB DA BAIXADA SANTISTA QUE TEM SUAS ATUAÇÕES RELIGIOSAS E POLITICAS DENTRO DO CONSELHO DO NEGRO DE SANTO, OAB DO GUARUJÁ, CONS ELHO DO NEGRO DE SÃO VICENTE, SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ENTRE OUTRAS.
REALIZA PROCISSÕES PARA YEMANJA ANUALMENTE E PARTICIPA DE CAMPNHAS EM PROL AO POVO DO DAS RELIGIÕES A FRO BRASILEIRAS DE MATRIZES AFRICANAS.
MILITANTE DO MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO EGBONMY CONCEIÇÃO  REIS DE OGUN É COORDENADORA DE KILOMBOS URBANOS, FOI COORDENADORA DE COMUNICAÇÃO DA COORDENAÇÃO MUNICIPAL, É COORDENADORA DO GT RELIGIÕES DE MATRIZES AFRICANAS DE SP, NUNCA DEIXOU SUAS BANDEIRAS DE LUTAS EM PROL OS QUE ESTÃO LÁ NA PONTA, COM INFORMAÇÕES, NOTÍCIAS E COMUNICAÇÃO PARA O POVO DO SANTO, NOS ESTADOS ALÉM DE SP, RJ, E SALVADOR COM SUA PRES EN A E SEU JORNAL EM BAIXO DO BRAÇO NAS LONGAS CAMINHADAS, MARCHAS E PASSEATAS, COM GRITOS DE ORDEM E CANTICOS EM LOUVOR AOS ORIXÁS DANDO-SE TAMBÉM SUA PARTICIPAÇÃSO DESDE DO COMEÇO NAS MARCHAS DO DIA 12 DE MAIO DO INSTITUTO DO NEGRO PADRE BATISTA, SEMINÁRIOS DO MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO ENTRE OUTROS
COORDENADORIA DE PARCERIA E DESENVOLVIMENTO DA PREFEITURA DE SP (CONE) TEM SEU
ASSENTO NA CADEIRA RELIGIOSA, COM PARTICIPAÇÃO NA I CONAPIR MUNICIPAL REALIZANDO PLENÁRIAS LIVRES NOS TEMPLOS RELIGIOSO S, UMA DAS COORDENADORAS DAS AGUAS DE SÃO PAULO, E GRANDE PARTICIPAÇÃO ATIVA NOS DIALOGOS DO PODER PÚBLICO COM A SOCIEDADE CIVIL REFERENTE AO ESTATUTO DA IGUALDADE RACIAL, CURSANDO POR ON LINE DIREITOS HUMANOS.
ESTÁ É EGBONMY CONCEIÇÃO REIS DE OGU N, NOS DIAS DE HOJE CONSELHEIRA DO CNPIR-SEPPIR, INDICADA PELA COORDENAÇÃO NACIONAL DO INSTITUTO NACIONAL DA TRADIÇÃO E CULTURA AFRO BRASILEIRA, MEMBRO DO CAM-PLANAPIR, E MEMBRO D A COMISSÃO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO-CNPIR-SEPPIR. PARTICIPOU DA I CONFECON, I FORUM NAS UNIVERSIDADES DO INTERIOR DE SP, I SEMINARIO NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA, LANÇAMENTO DO SELO DO NEGRO EM GOIANIA (QUAL É A SUA COR), FEIRA NACIONAL DE SAUDE, I ENCONTRO DE LIDERANÇAS NEGRAS DO ESTADO DE SP, VOTAÇÃO DO ESTATUTO DA IGUALDADE RACIAL, ASSINATURA DO ESTATUTO DA IGUALDADE RACIAL, II FÓRUM PELA IGUALDADE NA DIVERSIDADE – SUPERINTENDENCIA P/PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL, PLANO NACIONAL DAS RELIGIÕES DE MATRIZES AFRICANAS, LANÇAMENTO DO LIVRO DOS APNS, CONGRESSO NACIONAL DOS APNS, LANÇAMENTO DA II CONAPIR ENTRE OUTROS E OUTRAS PARTICIPAÇÕES A NÍVEL ESTADUAL E NACIONAL.
ATUALMENTE O INTECAB-SP ESTÁ AGUARDANDO A II ETAPA DO PROGRAMA DO GOVERNO FEDERAL-SEPPIR PARA COMUNIDADES DE TERREIRO SENDOSUA ENTREGA ENTRE OS PERIODOS DE OUT A DEZ/10
A SEDE DO INSTITUTO EM SANTANA-SP JÁ FOI VISITADA PELA ASSESSORA TECNICA SRA CYNTHIA E O SR TC SILVA DA R EDE MOCAMBOS NO MES DE JULHO DE 2.010 COM A PRESENÇA DA FAMILIA DE INTECABIANOS E INTECABIANAS, PARCEIROS, AMIGOS E APOIADORES,
AS PALAVRAS DE ORDEM E DE FÉ DE EGBONMY CONCEIÇÃO REIS DE ÓGÚN

– NOSSA FILA TEM QUE ANDAR?
– SE NÃO SERVE PARA MIM SERVE PARA UNS DOS NOSSOS?
– INFORMAÇÃO É PODER!!!
– CANETADA
– SENTOU NA CADEIRA
– ENTRE OUTRAS
– INTOLERANCIA RELIGIOSA NUNCA MAIS! EU TENHO FÉ
– QUEM É DE AXÉ DIZ QUE É PELO FORUM DE GUARULHOS
– CAMPANHA SOS HAITI JUNTO COM FORUM DE MULHERES NEGRAS DE MTG
SEM MAIS E NO AGUARDO COM TODO,
CARINHO E AXÉ,
EGBONMY CONCEIÇÃO REIS DE ÓGÚN
COORDENADORA INTECAB – SP
CONSELHEIRA CNPIR – SEPPIR

ROUXINOL

In ROUXINOL: Coluna de Egbomi Concceição Reis de Ogum on Fevereiro 23, 2011 at 12:50 am

N°1 -23 de  fevereiro ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO

 

CIRC. nº 010/2011-INTECAB-SP

PREZADOS SACERDOTES E SACERDOTISAS, SENHORES E SENHORAS POVO DAS COMUNIDADES TRADICIONAIS DE TERREIRO DO CANDOMBLÉ E DA UMBANDA DO BRASIL E DO MUNDO.

Vimos pela presente informar à VSas e a  Família de Intecabianos e Intecabíanas e seus membros, apoiadores, parceiros, simpatizantes  para que fizessem em Ebony-300x202seus Ilês, Templos, Abassas, Inzos, Casas, Terreiros, Comunidades  Tradicionais,  Associações,  Centro Culturais entre tantos e tantas outras   denominações religiosas.

Referências: com orações, cânticos, rezas, orikis, falas, cântigas, danças, depoimentos, homenagens  referente à esta data:

“  18 DE FEVEREIRO DE 2006 ”
DATA ESTA MEMORÁVEL PARA O POVO DO SANTO DO BRASIL!pai_francelino_de_shapanam3

AGLUTINADOR, AMIZADE,  ARTICULAÇÃO,  ASSIDUIDADE,  CONFERENCISTA, EDUCAÇÃO,  ESCRITOR,  COMPANHEIRISMO,  COMPROMISSOR, CONSULTOR, ELEGANTE, ÉTICA, DIVERSIDADE, HUMILDE, IDEALIZADOR, LEALDADE,  MEDIADOR, ORGANIZADOR, PALESTRANTE,  PERSEVERANTE,  PLURALIDADE,  PONDERADO, POLÍTICO, POSTURA SACERDOTAL, SIMPATICO, VAIDOSO, RESPEITOSO, VISÃO AMPLA DE FUTURO, LUTADOR INCANSÁVEL  PARA AS COMUNIDADES DE TERREIRO DO MUNDO.

Estamos falando do sr.  FRANCELINO VASCONCELOS FERREIRA, ícone, paraense, nossa personalidade,  pai de muitos filhos de filhas de santo,  grande referência dentro das Tradições Jeje/Nagô no Tambor de Mina, em São Paulo.

Presidia religiosamente CASAS DAS MINAS THOYA JARINA – Rua Italia, num. 462 – Jardim das Nações – DIADEMA- ABCD – SP bem como foi presidente antes de sua volta ao Orun (céu) da FUCABRAD/ABCD Vice-coordenador Coordenador de várias Comissões dentro da Federação.

Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro-Brasileira – INTECAB/SP  foi coordenador por mais de (05) gestões, aonde sempre se deu o diálogo Inter–religioso com “ LEMA: UNIÃO NA DIVERDIDADE ”.apontando caminhos paa necessidade de Núcleos e Seminários nas Comunidades de Terreiro da umbanda e candomblé.

Sempre se preocupou em trazer nomes de grandes expressões acadêmicas e religiosas para dentro do Instituto para que os mesmos ajudassem, contribuissem e partivcipasse das dificuldades e história de cada um, ainda mais em nossas questões de desrespeito religioso, Babás e Yalorixás da Zona Norte, Sul, Leste e Oeste.
Pai Francelino como era carinhosamente conhecido nunca se esquecia de sua origem humilde integrando em reuniões etinerantes locais distantes de moradia de conselheiros e conselheiras do ABC e ABCD, regiões e municípios com propostas de avanços e mais avanços para um dos  Povos excluídos e discriminados que é Povo do santo.

NUNCA IREMOS NOS ESQUECER:

De suas  políticas para os avanços do Povo do santo; suas colocações, entrevistas, depoimentos, diálogos, participações em programas televisisvos e radiofônicos, suas desmetificações em torno da Religiosidade com bastante firmeza e franqueza colocando sempre a verdade acima de tudo desmestificando o que pretence ou não a nossa  nossa cultura religiosa, trazendo sempre o historico e a cultura de outras Tradições Religiosas de Matriz Africana existentes no Continente Africano para o Brasil.

Sempre acompanhado com um pequeno grupo de conselheiros (as)  que sempre fizeram juntos à diferença? Contando com o apoio dos  seus mais velhos de idade de santo? Tudo isto  à nível nacional e até internacional em suas visitastambém de Portugal  ao Continente Africano.

“ O QUE É BOM E DEU CERTO TEM QUE SER COPIADO “

TOY VODUNNON FRANCELINO DE SHAPANAN deixou tudo isto escrito nas páginas da vida,  demarcado na história e sinalizado  para o “ POVO DO AXÉ “.

–    O primeiro embargo do livro escrito pelo Pastor Edir Macedo (Anjos, Santos, Deuses e Demônios) Intecab/SP e Fucabrad/ABCD-SP em Brasília
–    I Caminhada do Povo do santo na av.Paulista contra a Intolerância Religiosa do Brasil junto c/deptados,adv. Pres.federações, Ministério Público e Mov.Negro
–    Contra a TV Record, TV Gazeta e TV Mulher.
–    A primeira reunião composição com Sacerdotes, Sacerdotisas Seppir
–    Audiência no Ministério Público Federal com ganho de causa s/Intolerância
–    Abertura de Toques e cânticos de outras Tradições religiosas nas Casas das Minas de Thoya Jarina, Intecab/SP  em espaços públicos diferenciados.
–    Calendário Religioso da Secretária de Cultura do ABCD/SP
–    Caminhadas e Procissões do orixá Ogum no ABCD/SP
–    Caminhada de 12 de maio na cidade de SP
–    Coordenador geral de eventos no ABCD/SP
–    Congressos temáticos de Umbanda e Candomblé local regional ABCD/SP
–    Consultor Religioso de Tradição e Cosmovisão Espiritual
–    Construção do Forum Inter-religioso da Secretaría de Justiça e Cidadania do
–    Estado de São Paulo
–    Cursos Religiosos “Deuses Africanos” Secretária de Cultura de SP
–    Disco e CDs cânticos do Tambor de Mina
–    Festas bienais, Festival de Caboclos, Festival de Curimba
–    Homenagens a Sacerdotes e Sacerdotisas com trabalhos sociais expressivos
–    na Câmara do ABCD/SP
–    Lançamento do DVD e Cartilha s/Intolerância Religiosa no Teatro Tuca da PUC com representantes de várias Tradições religiosas e segmentos religiosos.
–    Participação em reuniões no Litoral Paulista em prol  valores cobrados p/realização dos Festejos de mãe Iemanjá no mês de Dezembro
–    Participação em mesas de Seminários no Litoral paulista em Coordenadorias, Secretarías e Conselhos do Negro e da Saúde.
–    Construção e membro do Conselho Religioso dentro do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado de São Paulo.
–    Construção e membro da CONNER, CONPAz
–    Parceiro religioso da Cartilha sobre Intolerância Religiosa CEERT
–    Congressos temáticos na cidade de Diadema
–    I Caminhada no Brasil contra a Intolerância Religiosa contra a TV Record,TV
–    Mulher e TV Gazeta
–    Interação da URI
–    Participação  I Mapeamento de São Paulo pela Fundação Cultural Palmares
–    Membro da Comissão de Assuntos Afro-descedentes junto ao Conselho de Partic.Desenvolvimento da Religiosos Comunidade Negra
–    Membro da equipe de Jornais Informativo voltado as Comunidades de Terreiro
–    Membro efetivo de Comissões Brasileira Organizadora de Sessões Solene em Homenagem a Comunidade Negra e Cultura Afro em Câmara Municipais do ABCD/SP e Sessão Solene em Homenagem a Iyemanjá
OAB/SP participação da Comissão Inter-religiosa
–    Presidente de Conselho Religioso e de Ética de Federações
–    Parcerias com Secretaria Municipal de Saúde de SP
–    Participação e ajuda na construção da Faculdade de Teologia Umbandista
–    Participação em missas inter-religiosas realizadas pela Casa da Reconciliação
–    E a Igreja Catedral da Sé
–    Participação e coordenação em mesas de Seminários, Congressos, Conferências locais, regionais, estaduais e nacionais
–    Representante da Umbanda e do Candomblé e dos Cultos Afro-brasileiro no Culto Ecumênico pela Prefeitura e Câmara Municipal do ABCD/SP
–    Seminários Regionais e Temáticos nos Ilês de Conselheiros (as) INTECAB/SP

SUAS FALAS, PALAVRAS, GESTOS E SABEDORIAS?

–    Reuniões etinerantes do Instituto (integrar a Comunidade religiosa do Ilê para que conheça nossas ações e nossos trabalhos sem ser somente nosso culto)
–    Nem muito humilde e nem muito vaidoso?
–    Dialogos inter religiosos para fortalecimento da cultura afro
–    Não Aponte que o outro não representa e não faz? O mesmo dedo que você direciona ao outro, ele direcionará também a você
–    Intolerância tbem está entre o Povo do santo? Somos Intolerantes entre nós
–    Católicos, budistas, islâmicos, espirítas, mulcumanos, kardecistas devemos mostrar, dialogar, palestrar referente nossa religião para desmetificar o que é falado de nossa cultura religiosa.
–    Devemos estar com nossos paramentos tomando ônibus, van, metrô, trem, avião, navio,  é a nossa identidade.
–    Temos que saber lidar e conviver com opções sexuais diferentes das nossas
–    Fios de contas, colares,  paramentos, indumentárias, vestes de africanas e baianas e troca de bençãos em locais publicos e religiosos são os nossos lemas
–    Nunca traí minha FÉ e nem minha opção RELIGIOSA.
–    Como se apresentar ao Presidente da República, Senador, Ministro, Embaixador, Governador, Prefeito, Deputado, Vereador entre outras autoridades em nome de nossa religião sem estarmos adequadamente vestidos, e sem estarmos paramentados com nossa identidade falando em nome de nossos Sagrados e de nossas revindicações em  nome de nossa Comunidade de Terreiro.
–    Apoiar  sempre candidatos e candidatas com propostas para Religiões Afro, mas dialogue, debata, não veja somente o partido politico, tenha amizade com todos e todas, dentro de seu Ilê as pessoas tem que ter liberdade de escolha, a sua é sua escolha de seus filhos você pode informar mas não mandar.
–    Nunca esquecer de convidar autoridades do  Poder Público para nossas festas temos que receber sempre bem, com ética, educação, causar boa impressão para nossos convidados  e convidadas e contar nossa história religiosa nos eventos como forma de depoimento não impondo e não nos achando os melhores, em nossas casas, ilês, templos, abassas, inzos, terreiros etc.

SE VOCES QUEREM SEREM LEMBRADOS E REFERENCIADOS TAMBÉM REVERENCIE E PARTICIPE DOS EVENTOS E FESTAS RELIGIOSAS DE OUTRAS PESSOAS.
QUEM NÃO É VISTO! NÃO PODERÁ SER LEMBRADO?
PALAVRAS DO SR FRANCELINO VASCONCELOS FERREIRA NOSSO QUERIDO TOY VODUNNON FRANCELINO DE SHAPANAN SAUDADES MUITAS SAUDADES
Carinho e axé,
Egbonmy Conceição Reis de Ógùn
Coordenadora INTECAB – SP
Babalorixá Rosevaldo de Oxumarê
Vice-coordenador
F: (11) 3492-5801 e 8527-4852
E-mail: m.cazemiro@uol.com.br e correionago@hotmail.com

Egbomi Conceição Reis de Ogum no 77 anos e 23 de documentação Juridica da Assobecaty

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Fevereiro 21, 2011 at 5:40 pm

N°1 -21 de  fevereiro ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO

 

A casa tradicional ASSOBECATY-  Fundada por Mãe Quina de Iemanja hoje é admirada no Brasil por manter viva a chama da resistência feminina no axé, que neste ano comemora os 77  anos de fundação e seus 23 de conotação  juridica.  Entre as diversas atividades desenvolvidas , os rituais sagrados receberam  umafotos 10 369atenção muito especial, o Xirê dedicado ao orixá Oxalá , orixá  que rege a vida da sucessora da  Assobecaty, este  precedido de um ato político .  Uma comemoração de tal grandeza não poderia receber convidados de menor importância , estiveram presentes as representações do poder público municipal de Guaíba, Governo do Estado do Rio Grande do Sul e representantes do Ministério da Cultura – Fundação Palmares , além das inúmeras congratulações recebidas de diferentes localidades, inclusive de personalidades religiosas do exterior. Egbomi Conceição Reis de Ogum  do estado de São Paulo veio especialmente para ser a patronesse da revista Conexão Afro Online  lançada pela casa. Egbomi Conceição recebeu o titulo em virtude pelo seu relevante trabalho de comunicação social para terreiros. Aguardem agenda da patronesse Egbomi Conceição Reis de Ogum, durante as comemorações.

Canoas se fez presente na Festa da Assobecaty

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Fevereiro 18, 2011 at 7:24 am

N°1 – I8  de  fevereiro ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO

100_0984

A coordenadora da Coordenadoria Municipal de Políticas para Igualdade Racial – Copir, Maria Aparecida Mendes, participou das festividades de comemoração dos 23 anos de documentação juridica e 77  de resistência  de história da Assobecaty- ( Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá)  além de  sua participação apoia na divulgação do evento, acompanhe nos lincks abaixo.

clik    Coordenadora da Copir participa de comemoração – Prefeitura ..

Secretaria de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Canoas

Jornal da Cidade – Coordenadora da Copir participa de comemoraão 


Pronunciamento do Senador Paulo Paim ao Aniversário da ASSOBECATY

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Fevereiro 16, 2011 at 12:50 am

N°1 -16 de  fevereiro ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO


paulo_paim 1Brasília, 16 de fevereiro de 2011

A Mãe Carmen de Oxalá

Yalorixá Líder Espiritual da Assobecaty

Quero parabenizar a Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá – Assobecaty, Casa de Tradição Africana com 77 anos de existência, pelos seus 23 anos de instituição da personalidade jurídica que possibilitou o aperfeiçoamento do trabalho social e comunitário que vocês desenvolvem.
Não posso estar ai, em virtude dos debates pelo reajuste do salário mínimo no Congresso Nacional, mas quero dizer a importância desta instituição para a aprovação  do Estatuto da Igualdade Racial, em especial no debate pela liberdade de consciência e crença.
Também quero agradecer o apoio de vocês na minha reeleição, nós recebemos mais de quatro milhões de votos e o trabalho de vocês foi fundamental.  Contem comigo hoje e sempre, seja no Rio Grande do Sul ou em Brasília.

Um forte abraço

Senador Paulo Paim -PT-RS

77 anos de tradição e 23 anos de personalidade juridica, é tempo mais que suficiente para comemorar

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Fevereiro 11, 2011 at 2:02 am


N°1-11 de fevereiro ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO
o comemorar os 23 anos de personalidade jurídica, a Assobecaty, tradicional comunidade de terreiro, destaca a importância de ser uma organização constituída.

A Constituição Cidadã

Nos braços de ampla participação popular, a Constituição Brasileira nasce de um desejo da prevalência dos Direitos Humanos, preconizando uma sociedade livre, justa e sem quaisquer ações discriminatórias. Deste período também vem o entendimento da Yalorixa Quina de Yemanjá de conquistar autonomia civil e jurítica fazendo reconhecer o Templo Religioso Africano junto à sociedade brasileira. Com 76 anos de fundação o Ylê de Yá Quina foi deixado como herança para sua filha carnal Mãe Carmen de Oxalá, que além de ficar no comando das obrigações religiosas, assumiu a liderança quanto à participação na vida política em diferentes esferas do estado, condição irrevogável frente aos desafios cotidianos para a superação das desigualdades sociais.

As bandeiras de Luta

A Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá, assim constituída, vem construindo o seu reconhecimento pelo perfil de trabalho destacado pelas causas que assume: saúde no Ylê – DST\Aids, segurança alimentar e prevenção às drogas, meio ambiente, comunicação popular e inclusão digital, gênero, cultura, segurança urbana, entre outras ações que são construídas de modo interdisciplinar pelos diferentes grupos que freqüentam a casa como filhos e filhas, simpatizantes, voluntários ou simplesmente admiradores desta força de luta.

Dia 16 deste mês, por ocasião da comemoração dos 23 anos de personalidade jurídica da casa, será realizado um Xirê, festividade religiosa acompanhada de solenidade civil. Na data, o Templo religioso receberá convidados do interior, de outros estados do país e já recebeu a confirmação da presença de representações de diferentes Secretarias do Governo do Estado e da Assembléia Legislativa, do Gabinete do Senador Paulo Paím, da Fundação Palmares, da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial – Sepir, entre outros parlamentares.

Nesta data, a Assobecaty também deflagra, como primeira ação afirmativa do ano, a adesão aos debates promovidos pela ONU que institui 2011 como o Ano dos Afrodescendentes. Acompanhando a efervescência das atividades a Egbomi Conceição Reis de Ogum, especialista paulistana em comunicação em casas de religião, desembarca em Porto Alegre para o lançamento da Revista Conexão Afro, mídia on line desenvolvida de modo colaborativo, de iniciativa da Assobecaty para privilegiar as discussões sobre arte, cultura e religiosidade afro.

Evento: Xirê comemorativo e solenidade civil em comemoração aos 23 de personalidade jurídica da Assobecaty

Quando: 16 de fevereiro de 2011-02-11

Onde: Wenceslau Fontoura 226, Bairro St Rita\Guaiba-RS

Contatos: Yalorixa Carmen de Oxalá: (51) 30556655, (51) 84945770

assobecaty@hotmail.com e maecarmendeoxala@hotmail.com

logo aasssobecaty

41º Procissão de Iemanjá na cidade de em Guaíba Arrasta Fiéis

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Fevereiro 2, 2011 at 6:20 pm

N°1- o2 de fevereiro ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO

O Reino de Iemanjá e a Prefeitura Municipal de Guaiba, realizam a Festa em louvor a Rainha das Águas Mãe Iemanjá

Fazem  41 anos,  que o  dia 2 de fevereiro, é festejado no município de Guaíba,  a  senhora Mãe Iemanjá. Neste dia ela  é  saudada, louvada, por fiés que celebram junto com 100_0536_thumb[3]o Reino de  Iemanjá dirigido por  Mãe Libia, juntamente com seus  filhos e amigos. A  tradicional procissão da rainha dos mares e oceanos. Com promoção da Prefeitura Municipal de Guaíba o evento teve início às 20h, com concentração em frente o terreiro de Mãe Libia.

Nesta quadragéssima primeira  edição, o cotejo, atravessa as ruas da cidade ,  cerimônia coordenada pelo Axé de  Manuel Papai, (Recife) , e alguns filhos que o acompanham.

100_0520_thumb[1]

A historia religiosa do municipio de Guaiba,  quando se fala em festa de  Iemanjá, é a figura de Mãe Libia , que vem a mente da comunidade, pelos anos de dedicação  que ela realiza  o evento. Com, fé e  determinação ela consegue mesclar , o sagrado,  a história, sempre valorizando o lado belo da religião associado ao bom gosto.

100_0524

Diversos Babalorixás e Yalorixás,  destaque nesta foto Pai Roni de Ogum e Pai Ricardo de  Oxum

100_0526100_0529

As margen do rio Guaiba, há 41 anos, o Caisinho, transforma – se no altar de Iemanjá. No dia 2 de fevereiro, a populacão , devotos , fiéis  e politicos  reúnem-se para aguardar a procissão de Iemanjá. Neste espaço é Mãe Libia e seus filhos que celebram cerimônia a rainha do mar, a senhora da cor  e azul,  é ali que as pessoas vão fazer o seu pedido e depositar sua fé e seus presentes.

100_0532

As pessoas ficam muito sensiveis, por um instante , fiquei a observar as diversas manisfestações que o público apresentava, cada um tem um jeito próprio de sentir e demonstrar suas emoções, uma singularidade de manifestar sua fé. Assisti pessoas, se molharem com água, fazerem sinal da cruz, receberem ou doar perfumes, olhares paralizados, olhares inquietos, se curvarem, atirarem petalas de flores, levarem flores, chorar, rir, saudarem , pedir, agradecer, mas um número maior de pessoas aplaudem. Todas essas,  em nome da fé  e alivio de suas dores.

100_0533

Mãe Carmen de Oxalá, Pai Ricardo de Oxum e Pai Roni  de Ogum, juntos na celebração a Iemanjá .

Após a homenagem a divindade, houve uma grande confraternização no Reino de Iemanjá, os anfitriões Mãe Libia de Yemanjá ,  Pai Geraldo de Ogum e filhos, ofertam um delicioso buffet no jantar, colocando a disposição dos  convidados uma  variedade de pratos deliciosos.  Aproveitamos esse momento informal , em que as pessoas  circulam enquanto se servem, para  falar uns com os  outros. E nos divertimos,  em registrar o  momento, através dessas lindas fotos.

100_0541_thumb[4]

Na foto a anfitriã Mãe Libia de Iemanjá , Manuel Papai , Mãe Carmen de Oxalá,  Secretário Executivo  do Comitê Estadual de Promoção da Igualdade Racial – Pernanbuco, Prof. Jorge Arruda . Fazem três anos que  Mãe Libia e Pai Geraldo,   contam  com   Axé e a orientação  de Manuel Papai ( Recife).

100_0552_thumb

Pai Geraldo, esposo de Mãe Libia de Yemanjá , é o quardião dos “Ilùs” tambores, além de  comandar os alabês do Reino de Iemanjá. Está com  motivos de sobra para festejar o sucesso da festa.

100_0538_thumb

Mãe Carmen de Oxalá e o  secretário-executivo do Cepir, Recife –  Prof. Jorge Arruda,  que  acompanha a genda de Manoel Papai em Guaíba, Colocando as noticias em dia, como são muitas, deixam agendado  para o dia seguinte uma visita na Assobecaty, Ilê de Mãe Carmen.

100_0543

Manuel  Papai com seus filhos e Mãe Carmen de Oxalá com sua filha Denise de Yemanjá.

100_0555_thumb

Sueli de Bará , uma filha de Mãe Libia, das mais antiga da casa, ela  esbanja simpatia, ao atender os convidados. E, na saída, a surpresa ficou por conta das lembrancinhas preferidas de Iemanjá:  um perfume colocados em caixas brancas com fitas azuis.

Pai Cleon Celebra a Festa de Iemanja em Tramandai Há 46 anos

In Uncategorized on Fevereiro 1, 2011 at 1:25 am

N°1- o1 de Fevereiro ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO


O axé do Reino de Oxalá, esta em  Tramandai há 46 anos na noite de 1 de fevereiro.

100_0516

O litoral gaúcho.  Assobecaty-Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá,  achamos pertinente informar  os que ainda não sabem ,   que a entidade é fundamentada nos pilares do Axé de Iemanjá. A partir da década de 2000, que passou a  ser  regida por Oxalá (moço) assim denominado no  batuque do sul  ou  “Oxaguiã”.  como é conhecido no candomblé. A partir desta data, também ,  não  realizamos  festas presentes no mar para Iemanjá. Viemos acompanhando as festas que Pai Cleon de Oxalá, organiza,  homenagens a Iemanjá há 35 anos, em Tramandaí (RS). Este foi o motivo que levou Mãe Carmen de Oxalá,  até a cidade de Tramandai. É  digno de registrar,  uma passagem do percuso de sua vida religiosa que Mãe Carmen de Oxala,   foi iniciada  por Pai Cleon  de Oxalá, desde menina. Saiu, teve oportunidade de ser filha de  Pai Romario de Oxala, quando esse, partiu para o orum,  ela retornou para o seu primeiro zelador, com ele está  cumprindo obrigações até os dias atuais .  As festividades na praia de Tramandai, arrasta 20.000 fiés, dados fornecidos pela Secretaria Municipal de Turismo de Tramandai,   um dos responsáveis é a organização do Reino de Oxalá, que é comandado  por Pai Cleon de Oxalá.


DSC01928

Enquanto a população aguardava a imagem em procissão ou  carreata,  a imagem surpeendeu,  surgir do mar, ela veio trazida por um navio, que apagou a escuridão, com muitas luzes.

DSC01929

Milhares de fiés  acenavam  as bandeiras brancas. Oferendas e agradecimento à Iemanjá – Rainha das Águas, são motivos que trazem milhares de adeptos das religiões afro brasileiras à Tramandaí.

DSC01930

Momento de agradecimento, devoção e fé dedicado  à Iemanjá – Rainha das Águas.

Iemanja

Com muito uma concentração de pessoas o Reino de Oxala mantém a tradição. Na noite de  1 de fevereiro , em tramandai sempre acontece  uma das mais, linda festa , que é esperada com muita expectativa,  pela população as comemorações a Iemanjá. O evento, promovido pelo Reino de Oxalá ,  deixa a beira do  mar  ambientado com  destaque especial na cor azul do altar  e branco.

Iemanja  Roda de Filhos Cleon

O reflexo das luzes, com o  colorido das flores dá um tom , todo especial , somado  ao aroma do  perfume das alfazemas , tornando o cenário deslumbrante. Assim, os festejos a rainha do mar, todos os anos, movimenta,  revitaliza  o espaço próximo a Imagem fixa  de Iemanjá, que ali permanece o ano todo.

.

DSC01932

A rainha das águas salgadas, foi  conduzida até a margem,  pelo  batalhão do corpo de bombeiros, onde estava  sendo esperada pelo Babalorixá Cleon de Oxalá e sua roda de filhos. o babalorixá, inicia a celebração, que prossegue até o amanhecer , quando  levam a toalha cheia de presentes ,  oferendas deixadas  durante a noite, pelos devotos, para depositarem no mar.