Revista Online Conexao Afro

Archive for Janeiro, 2016|Monthly archive page

Encontro promove a paz e reúne representantes de diversas religiões no GHC

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 21, 2016 at 11:44 pm

21.01.2016ESPIRITUALIDADE

No Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, o Espaço Inter-Religioso do Hospital Conceição realizou ato de acolhimento de diferentes crenças com a participação de integrantes de denominações religiosas como Judaísmo, Islamismo e de Matriz Africana

Representantes de diversas crenças estiveram na solenidade, expressando a fé em prol do cuidado ao usuário.

Na ocasião, a diretoria do GHC descerrou a placa que materializa o compromisso do Espaço Inter-Religioso com a diversidade e a paz

Com o objetivo de promover a cultura da paz e da liberdade de crenças, o Espaço Inter-Religioso do Hospital Conceição realizou, nesta quinta-feira, 21 de janeiro, um encontro temático com a participação de integrantes de diversas denominações religiosas. A data, que celebra o Dia Mundial das Religiões e o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, foi marcada pelo descerramento da placa do Espaço Inter-Religioso, que materializa o compromisso do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) de incentivar a liberdade de culto.
Convidados representantes do Judaísmo, Islamismo, Budismo, Espiritismo, Catolicismo, Anglicanismo, religiões Evangélicas e de Matriz Africana participaram da solenidade expressando a fé em prol do cuidado ao usuário. O gerente de Apoio do GHC, Márcio Belloc, defendeu que o Espaço Inter-Religioso é uma articulação importante, garantida por políticas públicas que buscam a diversidade. “É um privilégio que nossa instituição possa sustentar um espaço assim”, disse o gerente.
O diretor técnico do GHC, José Fossari, considerou de extrema importância a presença da religião no ambiente hospitalar. “Sabemos que manter o vínculo com a fé ajuda a diminuir o sofrimento, estimulando a longevidade em casos de recuperação e, nos casos terminais, um fim com conforto e qualidade que todos merecem”, declarou o diretor.
A diretora-superintendente do GHC, Sandra Fagundes, também esteve presente no encontro e destacou o respeito às dimensões da espiritualidade como um momento histórico de reafirmação do GHC em relação à população do Rio Grande do Sul. “Estamos promovendo a paz em um momento oportuno das necessidades brasileiras. Aqui é realizado um trabalho civilizatório, de reconhecer a pluralidade, aceitar e acolher cada crença, e isso faz a diferença”, enfatizou a superintendente.
O coordenador da Participação Cidadã, Elpídio de Souza, reforçou a importância do encontro como meio de integração. “Este espaço é fundamental para a saúde do usuário”, disse o coordenador.
A assistência espiritual é feita nos hospitais do Grupo Hospitalar Conceição (Conceição, Criança Conceição, Cristo Redentor e Fêmina), por meio de celebrações nos espaços inter-religiosos e conforme o calendário de atendimento com escala elaborada para contemplar todas as denominações. Também são realizadas visitas aos usuários internados, quando há solicitação. O objetivo é contribuir com a humanização e a atenção integral à saúde, levando em conta o aspecto físico, psicológico, social e espiritual.
Representantes das denominações religiosas parabenizaram o GHC e o Núcleo de Assistência Espiritual pela promoção de um espaço inter-religioso e ressaltaram a missão de incentivar a fé, a esperança e o respeito à diversidade. O espaço garante acesso à assistência espiritual e assegura aos usuários o direito de expressar sentimentos de fé, paz e solidariedade durante o tratamento médico.
Também estiveram presentes na cerimônia o gerente de Recursos Humanos do GHC, Diogo dos Santos, a coordenadora da Comissão Especial de Promoção de Políticas da Igualdade Racial (Ceppir/GHC), Ludmila Marques, a coordenadora da Comissão de Gênero do GHC, Renata Zardin ,o gerente de Administração do Hospital da Criança Conceição, Aldacir Oliboni, o representante do Conselho Estadual da Umbanda e dos Cultos Afro-brasileiros do Rio Grande do Sul Pai Clóvis de Xangô Aganju, a representante da Igreja Evangélica da Graça de Deus Carla Oliveira, a representante da Igreja Anglicana Roberta Santos.
O encontro inter-religioso integra a programação do GHC no Fórum Social Mundial 2016, e contou com a participação dos seguintes integrantes de denominações religiosas:
Ahmad Ali – Centro Cultural Islâmico do Rio Grande do Sul
Carlos Dreher – Igreja Evangélica de Confissão Luterana
Darlan Oliveira – Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Guershon Kwasniewski – Judaísmo
Jussara Reis – Doutrina Espírita
Lea Bos Duarte – Federação Espírita do Rio Grande do Sul
Mãe Angélica de Oxum – Religião de Matriz Africana
Mãe Carmem de Oxalá – Religião de Matriz Africana
Maximiliano Zambom – Igreja Católica
Pai João de Iemanjá – Religião de Matriz Africana Umbandista

Creditos: Mariana Ribeiro

Anúncios

Encontro promove a paz e reúne representantes de diversas religiões no GHC

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 21, 2016 at 11:44 pm

21.01.2016ESPIRITUALIDADE

 

No Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, o Espaço Inter-Religioso do Hospital Conceição realizou ato de acolhimento de diferentes crenças com a participação de integrantes de denominações religiosas como Judaísmo, Islamismo e de Matriz Africana

Representantes de diversas crenças estiveram na solenidade, expressando a fé em prol do cuidado ao usuário.

Na ocasião, a diretoria do GHC descerrou a placa que materializa o compromisso do Espaço Inter-Religioso com a diversidade e a paz

Com o objetivo de promover a cultura da paz e da liberdade de crenças, o Espaço Inter-Religioso do Hospital Conceição realizou, nesta quinta-feira, 21 de janeiro, um encontro temático com a participação de integrantes de diversas denominações religiosas. A data, que celebra o Dia Mundial das Religiões e o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, foi marcada pelo descerramento da placa do Espaço Inter-Religioso, que materializa o compromisso do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) de incentivar a liberdade de culto.
Convidados representantes do Judaísmo, Islamismo, Budismo, Espiritismo, Catolicismo, Anglicanismo, religiões Evangélicas e de Matriz Africana participaram da solenidade expressando a fé em prol do cuidado ao usuário. O gerente de Apoio do GHC, Márcio Belloc, defendeu que o Espaço Inter-Religioso é uma articulação importante, garantida por políticas públicas que buscam a diversidade. “É um privilégio que nossa instituição possa sustentar um espaço assim”, disse o gerente.
O diretor técnico do GHC, José Fossari, considerou de extrema importância a presença da religião no ambiente hospitalar. “Sabemos que manter o vínculo com a fé ajuda a diminuir o sofrimento, estimulando a longevidade em casos de recuperação e, nos casos terminais, um fim com conforto e qualidade que todos merecem”, declarou o diretor.
A diretora-superintendente do GHC, Sandra Fagundes, também esteve presente no encontro e destacou o respeito às dimensões da espiritualidade como um momento histórico de reafirmação do GHC em relação à população do Rio Grande do Sul. “Estamos promovendo a paz em um momento oportuno das necessidades brasileiras. Aqui é realizado um trabalho civilizatório, de reconhecer a pluralidade, aceitar e acolher cada crença, e isso faz a diferença”, enfatizou a superintendente.
O coordenador da Participação Cidadã, Elpídio de Souza, reforçou a importância do encontro como meio de integração. “Este espaço é fundamental para a saúde do usuário”, disse o coordenador.
A assistência espiritual é feita nos hospitais do Grupo Hospitalar Conceição (Conceição, Criança Conceição, Cristo Redentor e Fêmina), por meio de celebrações nos espaços inter-religiosos e conforme o calendário de atendimento com escala elaborada para contemplar todas as denominações. Também são realizadas visitas aos usuários internados, quando há solicitação. O objetivo é contribuir com a humanização e a atenção integral à saúde, levando em conta o aspecto físico, psicológico, social e espiritual.
Representantes das denominações religiosas parabenizaram o GHC e o Núcleo de Assistência Espiritual pela promoção de um espaço inter-religioso e ressaltaram a missão de incentivar a fé, a esperança e o respeito à diversidade. O espaço garante acesso à assistência espiritual e assegura aos usuários o direito de expressar sentimentos de fé, paz e solidariedade durante o tratamento médico.
Também estiveram presentes na cerimônia o gerente de Recursos Humanos do GHC, Diogo dos Santos, a coordenadora da Comissão Especial de Promoção de Políticas da Igualdade Racial (Ceppir/GHC), Ludmila Marques, a coordenadora da Comissão de Gênero do GHC, Renata Zardin ,o gerente de Administração do Hospital da Criança Conceição, Aldacir Oliboni, o representante do Conselho Estadual da Umbanda e dos Cultos Afro-brasileiros do Rio Grande do Sul Pai Clóvis de Xangô Aganju, a representante da Igreja Evangélica da Graça de Deus Carla Oliveira, a representante da Igreja Anglicana Roberta Santos.
O encontro inter-religioso integra a programação do GHC no Fórum Social Mundial 2016, e contou com a participação dos seguintes integrantes de denominações religiosas:
Ahmad Ali – Centro Cultural Islâmico do Rio Grande do Sul
Carlos Dreher – Igreja Evangélica de Confissão Luterana
Darlan Oliveira – Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Guershon Kwasniewski – Judaísmo
Jussara Reis – Doutrina Espírita
Lea Bos Duarte – Federação Espírita do Rio Grande do Sul
Mãe Angélica de Oxum – Religião de Matriz Africana
Mãe Carmem de Oxalá – Religião de Matriz Africana
Maximiliano Zambom – Igreja Católica
Pai João de Iemanjá – Religião de Matriz Africana Umbandista

Creditos: Mariana Ribeiro

Depois de conhecerem um pouco da história do Hip Hop, entraram em contato com algumas possibilidades práticas, NA BATIDA !

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 13, 2016 at 6:19 pm

h7

H2h3h4h5h6

Projeto Ajeun Ilerá em reunião com os presidentes das Associações Primavera, UAMG e São Jorge

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 13, 2016 at 2:40 pm

O projeto Ajeun Ilerá – ASSOBECATY foi pauta da reunião convocada pela UAMG  que  reuniu líderes comunitários dos bairros Primavera e São Jorge.  O objetivo foi tentar resolver conflitos,  oportunizando o debate e avaliação no que se refere as informações desencontradas  entre os presidentes da Associação e a Coordenação do Projeto. Na ocasião foi reafirmado  pelo presidente da Primavera, que as portas da associação estão abertas para o projeto, como sempre esteve, nos dias de entrega  dos alimentos , garantiu que não vai ocorrer nenhuma intervenção sua ou de sua diretoria.  Já com o presidente da São Jorge, agenda se mostrou negativa, muito ressentido apresentou  reclamações de pessoas que não estavam presentes, a discussão estava indo mais para o campo pessoal, do que para o campo político comunitário. Na ocasião, a coordenação do projeto Ajeun Ilerá, afirmou que sempre esteve  aberta ao diálogo, solicitou que  o presidente da associação São Jorge ajude a  resolver os  problemas, encaminhando as pessoas a coordenação, que está pronta para receber críticas e sugestões. Também estavam presentes o Conselho Gestor do Projeto Ajeun Ilerá do bairro Primaver . Por fim ficou comunicado que a entrega de alimentos está agenda  para sábado (16 ) das 14 ás 16:30 hs. Confira o registro fotográfico:

IMG_9753

IMG_9755IMG_9754IMG_9756IMG_9757IMG_9758

Hip Hop como ferramenta de transformação social chega no Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural–Assobecaty

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 13, 2016 at 1:58 am
logo Revista Conexão Afro  12 de janeiro –Guaíba- RS –Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO

Inoficinaicio do ano começou  com força as atividades do  Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural, o inicio da oficina de  Hip Hop como instrumento de transformação social o Rapers com destaque nacional e internacional Pêh Fronter , vem com  muita disposição de envolver a mulecada para pautarem questões sociais, como violência urbana, racismo e pobreza. Na primeira oficina  Pêh deu  exemplo da forma como pretendem atuar e articular os cinco elementos do  Hip Hop (graffiti, breaking, DJ, Rap e conhecimento)  irão incentivar a gurizada a se apropriarem e difundirem a cultura Hip hop na quebrada Cohab Santa Rita.Venha conferir todas as quartas feiras ás 14 horas na rua Wencelau Fontoura nº 226 Jardim Santa Rita.

CONEXÃO AFRO conexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxala :
  (51) 81810404 / (51)  30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

Com a palavra o Rapper Péh, “O movimento Hip Hop, nascido nos guetos americanos com influência negra e latina, foi apresentado para os adolescentes participantes da oficina de Hip Hop no Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural Assobecaty.

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 6, 2016 at 5:17 pm

p3

p5p4p1

PÊH ( FRONT LR) CHEGANDO PRA SOMAR COM A GURIZADA…DA COHAB SANTA RITA SALVE A CULTURA DE RUA, SALVE PONTO DE CULTURA ILÊ AXÉ CULTURAL- ASSOBECATY

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 5, 2016 at 5:04 pm

pé

PÊH ( FRONT LR) CHEGANDO PRA SOMAR COM A GURIZADA…DA COHAB SANTA RITA SALVE A CULTURA DE RUA, SALVE PONTO DE CULTURA ILÊ AXÉ CULTURAL- ASSOBECATY

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 5, 2016 at 5:04 pm

pé

Fim de ano é sempre especial: Mas este ano na Casa Tradicional de Matriz Africana ASSOBECATY è super especial por ser ano regido pelo orixá Yemanjá!…

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 1, 2016 at 4:45 pm

10672046_806534826123172_8255097623594326898_n

2016 ano regido por Yemanjá e ASSOBECATY deseja a todos muito asé de  prosperidade, saúde e paz.