Revista Online Conexao Afro

Archive for Dezembro, 2013|Monthly archive page

A casa tradicional ASSOBECATY foi toda decorado para receber os regentes do ano de 2014

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Dezembro 31, 2013 at 5:10 pm
logo Revista Conexão Afro   31  de dezembro – RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

A decoração da Casa tradicional Assobecaty na passagem do ano, foi pensada na intensão de agradar aos regentes do 2014 , como um preparo para purificar desafiar os pensamentos, canalizar a devoção e expandir a fé

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de OxaláCONEXÃO AFRO
  (51) 81810404 / (51)  30556655

 

Anúncios

Momento especial ASSOBECATY assinou o convênio de Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural‏

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Dezembro 26, 2013 at 2:54 am
logo Revista Conexão Afro   26  de dezembro  –Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

É com imensa alegria, que comunico que segunda feira assinamos o convênio do Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural Assobecaty. O Ilê que herdei de minha mãe biológica “Mãe Quina de Yemanjá, agora é reconhecido e investido pelo governo brasileiro como uma casa de força cultural. Foto
Para que chegássemos a essa condição, ao longo dos treze anos que estamos a frente do ilê, só foi possível pelo esforço e comprometimento de filhos, netos, profissionais liberais, agentes culturais, educadores sociais e articuladores políticos, que foram conquistados pela sua proposta e se dispuseram colocar sua força de trabalho, criatividade, e seu talento, a serviço do fortalecimento da Casa tradicional de Matriz Africana.

Agradeço a ancestralidade africana,Aos orixás e principalmente os orixás sustentadores dos pilares do ilê Assobecaty Mãe Yemanjá e Pai Oxalá. Adupê !

Mãe Carmen de Oxalá

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxalá
  (51) 81810404 / (51)  30556655

PROJETO FORTALECENDO COM AXÉ

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Dezembro 23, 2013 at 11:57 pm
logo Revista Conexão Afro   23  de dezembro  –Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

FORTALECENDO COM AXÉ.ALMOÇO.

De Ricardo De Agué

Projeto Fortalecendo com Axé é lançado em Santa Maria

No dia 22 de Dezembro (domingo) A Comunidade de Terreiro Ilê Axé Ossanha Agué da cidade de Santa Maria esteve desenvolvendo o I Encontro do Projeto Fortalecendo com Axé , projeto este que visa o Fortalecimento Institucional das Comunidades de Matriz Africana do estado do Rio Grande do Sul. Fruto da

Foto

implementação das ações previstas no Plano Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana, aprovada via chamada publica 001/2013/SEPPIR/PR, sob coordenação da Associação Afro Cultural e Beneficente de Matriz Africana São Jerônimo de Alvorada e do Ilê Ossanha Agué de Santa Maria, o projeto tem como objetivo principal a capacitação de 150 líderes tradicionais e membros de tradicionais de matriz africana dos municípios de Alvorada e Santa Maria, no estado do Rio Grande do Sul, em relação à elaboração de projetos, acesso ao Sistema Nacional de Convênios – SINCONV, a Educação História das Tradições de Matriz Africana e do negro no Estado do Rio Grande do Sul(Resgate Histórico), além de proporcionar a troca de saberes com a integração entre as casas participantes . Mais de 50 Casas Tradicionais de Religião de Matriz Africana do município de Santa Maria se fizeram presentes abrilhantando o dia ensolarado de domingo.
Para o Sr. Aldori Marques Presidente da Associação Afro de Matriz Africana São Jerônimo a realização deste projeto é um marco na história das Casas Tradicionais de Matriz Africana do Estado.” Felizmente o governo federal teve a sensibilidade e enxergou as Casas Tradicionais de Matriz Africana mais do que espaços religiosos, que são espaços de preservação da cultura e memória africana e de desenvolvimento social e sustentável.”finalizou
De acordo com Ricardo de Ossanha- Babolorixá do Ilê Ossanha Agué através deste projeto buscamos um veículo de desmistificar e combater a intolerância que esta impregnada na sociedade diante das tradições de matriz africana e principalmente da cultura negra , “queremos com esse projeto garantir direitos, efetivar a cidadania e combater o racismo e a discriminação que incidem sobre os povos e comunidades tradicionais de matriz africana.” disse o babalorixá.
As aulas do projeto terão continuação durante o ano de 2014 e serão realizadas no espaço do Ilê Ossanha Agué, situado Rua Oxossi, Quadra 32, casa 01, Loteamento Cipriano da Rocha, Bairro Tancredo, próxima a Associação Comunitária.
Interessados deveram entrar e contato com o líder do terreiro ou pelo email associacaosaojeronimo@gmail.com .

RICARDO DE AGUÉ.

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxalá
  (51) 81810404 / (51)  30556655

ATENÇÃO ! VITÓRIA DO PAIOL DE TELHA VITÓRIA CONTRA O RACISMO INSTITUCIONAL.

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Dezembro 20, 2013 at 1:58 am

logo Revista Conexão Afro   20 de dezembro  –Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

ATENÇÃO ! VITÓRIA DO PAIOL DE TELHA VITÓRIA CONTRA O RACISMO INSTITUCIONAL. A Corte Especial do TRF-4 (TRIBUNAL REGIONAL DA 4ª REGIÃO-RS), em julgamento histórico neste momento, com a presença de Centenas de Quilombolas do Paraná, mais especificamente do Quilombo Paiol de Telha, e ativistas e Quilombolas da Frente Nacional em Defesa dos Territórios Quilombolas, IACOREQ, Bloco de Lutas, Quilombo Fidelix, Silva do RS, considerou , por maioria de votos 12 x 3 , Constitucional o Decreto 4887/2003, trata-se de importante vitória da Luta Quilombola e contra o Racismo e o Latifúndio. Viva Zumbi e Dandara. Acabou o Amor Isso Aqui Vai Virar Palmares ! A luta segue, contra a PEC 215/2000 contra o Racismo em defesa dos Povos.

Mãe Carmen de Oxalá

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxalá
  (51) 81810404 / (51)  30556655

PONTO DE CULTURA ILÊ AXÉ CULTURAL ASSOBECATY LEVA AÇÃO PARA O BAIRRO NOVA GUAIBA

In Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural ASSOBECATY on Dezembro 16, 2013 at 1:44 am
logo Revista Conexão Afro   16  de dezembro  –Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

Natal na ONG MARIO MANKE (1)

 

 

 

 

 

 

 

 

Os jovens do Bairro  Nova Guaíba serão beneficiados por uma ação doa  Ponto de Cultura Ilê Axé Cultural Assobecaty’. O  professor de Thiago Pernambucano e seus convidados ofertarão  a oficina   para os  jovens que residem no bairro,dentro das celebrações  de natal a iniciativa acontece em parceria com a Ong Mario Manke , que  estará ofertando o Natal em Família . As duas iniciativas ocorrerão nos sábados, dentro do projeto ‘Escola Aberta’.a tarde deste sábado, dia 21, com a  a ideia é somar forças para ofertar  a comunidade  possibilidades de acesso  a cultura como direito.

  
Mãe Carmen de Oxalá

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxalá
  (51) 81810404 / (51)  30556655

Caixão com corpo de Mandela chega a cidade natal de Qunu para enterro

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Dezembro 14, 2013 at 10:56 am
logo Revista Conexão Afro   14  de dezembro  –Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

Mundo

Carro chegou ao vilarejo de Qunu, onde nasceu o líder sul-africano, neste sábado, um dia antes do enterro, que ocorrerá no local

Estadao
14/12/2013 16:03:00 Atualizado em 14/12/2013 16:57:10

O caixão carregando os restos mortais de Nelson Mandela chegou ao vilarejo de Qunu, onde nasceu o líder sul-africano, neste sábado, um dia antes do enterro, que ocorrerá no local. O carro fúnebre carregando o caixão de Mandela, coberto com a bandeira nacional, chegou à propriedade da família de Mandela sob céu nublado às 16 horas (horário local).

Ele foi escoltado por um enorme comboio de veículos policiais, militares, entre outros, muitos piscando luzes de emergência. Um helicóptero militar sobrevoou a casa. Na jornada final até a aldeia natal, a trajetória de Madiba havia recebido tributo em uma cerimônia realizada na manhã de sábado na base aérea de Waterkloof, em Pretória, antes de os restos mortais dele serem transportados a bordo de um avião militar.

Caixão com corpo de Mandela chega a cidade natal de Qunu para enterro (Foto: AFPp

No aeroporto de Mthatha, o caixão de Mandela foi recebido por uma guarda militar e colocado em um comboio para a viagem de 32 quilômetros em direção a Qunu. Moradores e pessoas que tinham viajado por horas lotaram a estrada para Qunu, cantando e dançando.

A viúva de Mandela, Graça Machel, e a ex-mulher, Winnie Madikizela-Mandela, se abraçaram aos prantos no aeroporto de Mthatha quando o caixão chegou. Mandela ficou preso por 27 anos por se opor ao apartheid racista no país e saiu da prisão em 1990 para forjar uma nova África do Sul.

Tornou-se presidente em 1994, depois das primeiras eleições democráticas multirraciais no país. Soldados em equipamento completo, homens e mulheres, estavam parados de pé de cada lado da estrada nas proximidades do aeroporto de Mthatha. Alguns civis também estavam na rota, se protegendo do sol com guarda-chuvas.

Houve uma surpresa entre os planos para o funeral, quando o arcebispo aposentado aposentado Desmond Tutu disse que não participaria da cerimônia porque não tinha recebido um convite. Autoridades do governo, por outro lado, insistem que ele está na lista de convidados.

“Por mais que eu teria gostado de ir à cerimônia para dizer um adeus final a alguém que eu amava e tinha em grande conta, teria sido desrespeitoso com Tata (Mandela) ir sem ser convidado ao que foi anunciado como um funeral familiar privado”, disse Tutu, em comunicado divulgado neste sábado.

Caixão com corpo de Mandela chega a cidade natal de Qunu para enterro (fOTO: afp)

“Se eu ou meu gabinete tivéssemos sido informados de que eu seria bem-vindo, não há nada na Terra que me faria faltar.” Em Qunu, moradores expressaram profunda afeição. “Viva a espírito de Nelson Mandela”, cantou uma multidão em uma estrada perto da propriedade da família. Khanyisa Qatolo, 28 anos, nasceu em Qunu e relatou ter participado das festas promovidas por Mandela na casa da família quando era criança, na década de 1990.

“Eu me lembro de seu sorriso”, disse ela. “Sinto falta de seu sorriso.” Milly Viljoen, 43 anos, dirigiu 12 horas durante a noite com um amigo para ficar à beira da estrada com vista para o complexo dos Mandela em Qunu. “É dignificante vê-lo no seu lugar de descanso final”, afirmou.

Milly, que era ativista estudantil durante o apartheid, viu Mandela pela primeira vez quando ele apareceu diante de uma multidão na Cidade do Cabo depois de ser libertado em 1990. Ela o conheceu mais tarde, quando ele visitou a escola municipal onde ela dava aulas. “Você não podia evitar amar este homem e se emocionar com todas as suas palavras”, afirmou.

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxalá
  (51) 81810404 / (51)  30556655

Mãe Carmen de Oxalá realiza lavagem da escadaria do TRF-4 (TRIBUNAL REGIONAL DA 4ª REGIÃO-RS), em julgamento histórico, centenas de Quilombolas do Paraná, Quilombo Paiol de Telha

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Dezembro 12, 2013 at 1:07 am
logo Revista Conexão Afro   19  de dezembro  –Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

Ao contrário do que acontece na Bahia, as lavagens das escadarias é um rito festivo. No  dia (19) segunda – feira,  Mãe Carmen de Oxalá foi solicitada, para  lavar as escadarias do  TRF-4 (TRIBUNAL REGIONAL DA 4ª REGIÃO -RS), como ato de suplica , proteção  dos orixás,  em defesa dos Territórios quilombolas. O julgamento é um fato inédito, estavam presentes centenas de quilombolas do Paraná,  para pleitear a decisão sobre a questão  do  Quilombo Paiol da Telha.

Foto: Inicio da  chamada dos Orixás
O chamamento do povo da rua para abrir os caminhos, ou seja, que  audiência transcorressem de forma pacífica e com exito, também foram invocação os orixás, os ancestrais para que houvesse  interferencia sagrada  no grande debate jurídico, sobre a titulação das terras quilombolas,  grande batalha entre   os que defendem a aplicação imediata da Constituição e os que exigem a aprovação de mais uma lei para que o art. 68 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) da Constituição Federal possa ser aplicado. no julgamento
Foto: Estamos iniciando a invocação aos orixás , aos ancestrais no julgamento histórico, será julgado a questão de terras , pela  Corte Especial do TRF-4 (TRIBUNAL REGIONAL DA 4ª REGIÃO-RS),Quilombo do Paiól da Telha.
O quadro é favorável à continuidade da atual política de política de titulação dos territórios quilombolas no Brasil, e em especial ao processo de titulação da comunidade quilombola Paiol de Telha, localizada no município de Reserva do Iguaçu/PR.
Foto: Subindo as escadarias do TRIBUNAL REGIONAL DA 4ª REGIÃO-RS, onde a Corte Especial do TRF-4 irá julgar uma questão de terras em julgamento histórico,, inicio do pedido aos Orixás para que seja  garantindo o Direito do Território Ancestral do QUILOMBO PAIÓL       DA TELHA !
Diferentemente da primeira audiência 26 11, onde Mãe Carmen,  também  realizou a lavagem das mesmas escadarias, hoje ela voltou, como sempre  vestidas a caráter toda de branco, trazendo outros  elementos de construção do ritual afro, para fazer ligação com o sagrado, subiu as escadas carregando pela mão direita uma criança,  ao ombro esquerdo  o jarro, com um tope branco, contendo  água de cheiro.
Foto
Não podia faltar, a vassoura para pedir ” Pai Xapanã varra o racismo institucional. Conceda o direito as terras dos QUILOMBOLA PAIOL da TELHA “
Foto
A lavagem das escadarias do TRF-4 tem sido uma manifestação de pedido de proteção, para a luta pelos direitos quilombolas, que se repete desde audiência ocorrida no dia 26/11/2013. Mãe Carmen chega até a escadaria,  ritualisticamente derrama água de cheiro , num gesto simbólico de purificação.
Foto: Axé Dr. Onir Araújo, Pai Xangô lhe abençoe para que o senhor continue essa grande luta Quilombola!
Abenção dos  orixás sob as forças  contráditórias que pairam  sob as necessidades de resolução favorável a Comunidade  Quilombolas do Paiól da Telha, foram pedido, foi lavado as escadarias, agora é só aguadar a resposta dos orixás durante a audiência. Axé Babá !

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxalá
  (51) 81810404 / (51)  30556655

Mãe Carmen de Oxalá emocionada com a belíssima Festa de Mãe Oxum da Praia Da Alegria

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Dezembro 9, 2013 at 1:23 am
logo Revista Conexão Afro   09  de dezembro  –Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

Mãe Carmen de Oxalá emocionada com a belíssima Festa de Mãe Oxum da Praia Da Alegria

Boa Noite Amigos!!!
Ainda emocionada com a belíssima experiência que vivemos nos dias 7 e 8 de dezembro. Precisei descansar, estava cansada mas feliz , pois a festa da rainha das águas doces foi maravilhosa. Agradeço aos Orixás.
Muito obrigada a todos que foram, com suas presenças fizemos essa grande festa .
Adupe ô !!!!!!!!!!!!

Foto: Boa Noite Amigos!!!
Ainda emocionada com a belíssima experiência que vivemos nos dias 7 e 8 de dezembro. Precisei descansar, estava cansada mas feliz , pois a festa da rainha das águas doces foi maravilhosa. Agradeço aos Orixás.
Muito obrigada a todos que foram, com suas presenças fizemos essa grande festa .
Adupe ô !!!!!!!!!!!!

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxalá
  (51) 81810404 / (51)  30556655