Revista Online Conexao Afro

O DIA QUE OS NOSSOS MORTOS VALEREM O MESMO QUE AS VÍTIMAS DE PARIS….. Mães de maio , e outros

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Janeiro 8, 2015 at 9:07 pm

logo Revista Conexão Afro 08 de janeiro  – Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO
Terceira temporada do Nação estreia com nova apresentadora

O que podemos dizer sobre o silêncio que grita !?!?

O DIA QUE OS NOSSOS MORTOS VALEREM O MESMO QUE AS VÍTIMAS DE PARIS...

Ao longo do dia (7/1/15) multiplicaram-se notícias, análises e condolências em relação às vítimas do atentado de hoje contra o Charlie Hebdo Officiel, em Paris (França)... Hoje à noite, inclusive, estão sendo realizadas vigílias em SP, no RJ e outras cidades em homenagem às vítimas... Não há como não se compadecer e se solidarizar, em especial com as famílias das vítimas fatais. Nós tb aproveitamos aqui para reforçar as nossas condolências e sentimentos!

PORÉM, não podemos jamais deixar passar batido o ABISMO NO TRATAMENTO da morte de franceses brancos, ainda que de esquerda, em comparação às milhares de vítimas cotidianas de execuções, atentados, chacinas, massacres e outras violências, boa parte cometida por agentes terroristas de Estado, verificadas nos quatro cantos da Periferia do Mundo...

Os Nossos Mortos: Pretos, Pobres, Indígenas, Periféricos, da África, da Ásia, do chamado "Oriente Médio", da América Latina, do Caribe, do Campo e das Periferias Urbanas nas Grandes Cidades DEFINITIVAMENTE NÃO TÊM O MESMO VALOR DOS CORPOS BRANCOS EUROPEUS E NORTE-AMERICANOS...

Hoje mesmo houve outro atentado no Iêmen, deixando mais de 30 mortos árabes (http://www.publico.pt/mundo/noticia/mais-de-30-mortos-em-atentado-no-iemen-1681426); há pouco tempo atrás dezenas de crianças paquistanesas foram assassinadas em sua escola (http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/12/numero-de-mortos-em-ataque-taliba-escola-do-paquistao-passa-de-130.html); inúmeras crianças palestinas são mortas todos os dias pelo Exército Israelense (http://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2014/08/05/ofensiva-israelense-em-gaza-deixa-408-criancas-mortas-segundo-unicef.htm); os 43 estudantes de Ayotzinapa, no estado de Guerrero (México) permanecem desaparecidos desde final do ano passado, depois de sequestrados pelo Estado Mexicano (http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/38651/muito+alem+dos+43+estudantes+de+ayotzinapa+mexico+registra+5+desaparecimentos+por+dia.shtml); há alguns meses atrás ocorreu a Chacina de Belém do Pará, no Brasil, que vitimou o mesmo número de pessoas que o atentado em Paris (http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2015/01/chacina-em-belem-completa-dois-meses-e-familias-pedem-justica.html), em mais uma chacina emblemática das execuções cotidianas cometidas contra milhares de jovens pretos, pobres e periféricos ao longo do país; nos últimos 3 anos, o estado do Mato Grosso do Sul registrou ao menos 102 assassinatos e 172 suicídios de indígenas Guarani Kayowás - vítimas da violência estatal e paraestatal de latifundiários da região (http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2014-08-04/com-33-assassinatos-e-73-suicidios-em-2013-ms-nao-teve-terras-indigenas-homologadas-por-dilma.html) . 

Não houve grandes notícias, tampouco qualquer mobilização relevante dessa grande mídia e desses dignos brasileiros que, hoje (7/1/2015), choram e se movimentam pelos mortos brancos franceses... E, pior: dignos cidadãos que se apressam para condenar a "civilização árabe-muçulmana", reforçando o mesmo Racismo (Islamofobia, neste caso) que está por trás da maioria de atentados e mortes violentas cometidas ao redor do mundo - contra trabalhadoras e trabalhadores periféricos. A maior parte delas cometida por agentes terroristas dos Estados Centrais. Agentes que se esforçam cotidianamente para que nós sigamos MORRENDO EM SILÊNCIO...

"E ri-se a orquestra irônica, estridente...", como diria o poeta Castro Alves. Isto deveria ser motivo para reflexão de todos nós, mas o quê fica é o espetáculo seletivo, repetitivo, estridente e onipresente da grande mídia comercial...

Só que eles esquecem...

#OsNossosMortosTêmVoz
#MemóriaVerdadeJustiçaLiberdade

NÓS NÃO ESQUECEREMOS!!!

com Rede de Comunidades e Movimentos contra a Violência (RJ), Os Mortos tem Voz, Somos Todas Cláudias, Cadê o Amarildo?, Onde estão os Amarildos?, Cadê Davi Fiúza?, Quem MATOU Ricardo?, Por que o senhor atirou em mim?, Chacina de Vigário Geral, Chacina de Acari, Massacre do Carandiru, Chacina da Candelária, Contra o Genocídio do Povo Preto, Contra o Genocídio da População Negra, Marcha Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro - São Paulo, Favela do Moinho, Rede 2 de Outubro, Rede de Comunidades do Extremo Sul - SP, Pastoral Carcerária - CNBB, Reaja ou Será Morto, Reaja ou Será Morta, Caravana da Periferia - Contra o Extermínio da Juventude Pobre, Marcha Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro, Racismo Mata, Comissão Nacional da Verdade - Parte 2 "Democracia", Ayotzinapa Somos Todxs, Todos Somos Ayotzinapa, Justice for Mike Brown, Killed By Police,  Mike Brown RIP, Eric Garner, Justice For Eric Garner, Justice For Mike Brown And Eric Garner, Unity & Struggle, NO Justice, NO Peace, Plataforma Gueto, Esses mortos, nossos mortos. #Ayotzinapa., Campanha Guarani, Campanha Tupinambá, Comissão Guarani Yvyrupa - CGY, Cordão da Mentira, Frente Popular Antipunitivista, Sociedade Sem Prisões, Unidos Contra a Violência Policial, Pela Liberdade de Rafael Braga Vieira , Liberdade Para Mirian França Justiça para Mirian Justiça para Gaia, Frente Nacional em Defesa dos Territórios Quilombolas /Seção Rio Grande do Sul etc etc 

IMAGEM: Dona Edite Damasceno, mãe de "Gambá" (o Rei do Passinho do funk carioca), acende oito velas no local onde o filho foi enterrado como indigente, no Cemitério de Santa Cruz (RJ), e pede para encontrá-lo nos seus sonhos Foto: Guilherme Pinto / Extra ( Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/rei-de-passinhos-do-funk-pode-ter-sido-morto-por-dancar-com-mulher-errada-3619120.html#ixzz3OEJvG8D4 )

Mães de Maio em Cemitério de Santa Cruz

O DIA QUE OS NOSSOS MORTOS VALEREM O MESMO QUE AS VÍTIMAS DE PARIS…

Ao longo do dia (7/1/15) multiplicaram-se notícias, análises e condolências em relação às vítimas do atentado de hoje contra o Charlie Hebdo Officiel, em Paris (França)… Hoje à noite, inclusive, estão sendo realizadas vigílias em SP, no RJ e outras cidades em homenagem às vítimas… Não há como não se compadecer e se solidarizar, em especial com as famílias das vítimas fatais. Nós tb aproveitamos aqui para reforçar as nossas condolências e sentimentos!

PORÉM, não podemos jamais deixar passar batido o ABISMO NO TRATAMENTO da morte de franceses brancos, ainda que de esquerda, em comparação às milhares de vítimas cotidianas de execuções, atentados, chacinas, massacres e outras violências, boa parte cometida por agentes terroristas de Estado, verificadas nos quatro cantos da Periferia do Mundo…

Os Nossos Mortos: Pretos, Pobres, Indígenas, Periféricos, da África, da Ásia, do chamado "Oriente Médio", da América Latina, do Caribe, do Campo e das Periferias Urbanas nas Grandes Cidades DEFINITIVAMENTE NÃO TÊM O MESMO VALOR DOS CORPOS BRANCOS EUROPEUS E NORTE-AMERICANOS…

Hoje mesmo houve outro atentado no Iêmen, deixando mais de 30 mortos árabes (http://www.publico.pt/…/mais-de-30-mortos-em-atentado-no-ie…); há pouco tempo atrás dezenas de crianças paquistanesas foram assassinadas em sua escola (http://g1.globo.com/…/numero-de-mortos-em-ataque-taliba-esc…); inúmeras crianças palestinas são mortas todos os dias pelo Exército Israelense (http://noticias.uol.com.br/…/ofensiva-israelense-em-gaza-de…); os 43 estudantes de Ayotzinapa, no estado de Guerrero (México) permanecem desaparecidos desde final do ano passado, depois de sequestrados pelo Estado Mexicano (http://operamundi.uol.com.br/…/muito+alem+dos+43+estudantes…); há alguns meses atrás ocorreu a Chacina de Belém do Pará, no Brasil, que vitimou o mesmo número de pessoas que o atentado em Paris (http://g1.globo.com/…/chacina-em-belem-completa-dois-meses-…), em mais uma chacina emblemática das execuções cotidianas cometidas contra milhares de jovens pretos, pobres e periféricos ao longo do país; nos últimos 3 anos, o estado do Mato Grosso do Sul registrou ao menos 102 assassinatos e 172 suicídios de indígenas Guarani Kayowás – vítimas da violência estatal e paraestatal de latifundiários da região (http://ultimosegundo.ig.com.br/…/com-33-assassinatos-e-73-s…) .

Não houve grandes notícias, tampouco qualquer mobilização relevante dessa grande mídia e desses dignos brasileiros que, hoje (7/1/2015), choram e se movimentam pelos mortos brancos franceses… E, pior: dignos cidadãos que se apressam para condenar a "civilização árabe-muçulmana", reforçando o mesmo Racismo (Islamofobia, neste caso) que está por trás da maioria de atentados e mortes violentas cometidas ao redor do mundo – contra trabalhadoras e trabalhadores periféricos. A maior parte delas cometida por agentes terroristas dos Estados Centrais. Agentes que se esforçam cotidianamente para que nós sigamos MORRENDO EM SILÊNCIO…

"E ri-se a orquestra irônica, estridente…", como diria o poeta Castro Alves. Isto deveria ser motivo para reflexão de todos nós, mas o quê fica é o espetáculo seletivo, repetitivo, estridente e onipresente da grande mídia comercial…

Só que eles esquecem…

‪#‎OsNossosMortosTêmVoz‬
‪#‎MemóriaVerdadeJustiçaLiberdade‬

NÓS NÃO ESQUECEREMOS!!!

com Rede de Comunidades e Movimentos contra a Violência (RJ), Os Mortos tem Voz,Somos Todas Cláudias, Cadê o Amarildo?, Onde estão os Amarildos?, Cadê Davi Fiúza?, Quem MATOU Ricardo?, Por que o senhor atirou em mim?, Chacina de Vigário Geral, Chacina de Acari, Massacre do Carandiru, Chacina da Candelária, Contra o Genocídio do Povo Preto, Contra o Genocídio da População Negra, Marcha Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro – São Paulo, Favela do Moinho, Rede 2 de Outubro,Rede de Comunidades do Extremo Sul – SP, Pastoral Carcerária – CNBB, Reaja ou Será Morto, Reaja ou Será Morta, Caravana da Periferia – Contra o Extermínio da Juventude Pobre, Marcha Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro, Racismo Mata,Comissão Nacional da Verdade – Parte 2 "Democracia", Ayotzinapa Somos Todxs,Todos Somos Ayotzinapa, Justice for Mike Brown, Killed By Police, Mike Brown RIP,Eric Garner, Justice For Eric Garner, Justice For Mike Brown And Eric Garner, Unity & Struggle, NO Justice, NO Peace, Plataforma Gueto, Esses mortos, nossos mortos. #Ayotzinapa., Campanha Guarani, Campanha Tupinambá, Comissão Guarani Yvyrupa – CGY, Cordão da Mentira, Frente Popular Antipunitivista, Sociedade Sem Prisões,Unidos Contra a Violência Policial, Pela Liberdade de Rafael Braga Vieira , Liberdade Para Mirian França Justiça para Mirian Justiça para Gaia, Frente Nacional em Defesa dos Territórios Quilombolas /Seção Rio Grande do Sul etc etc

Onir Araujo compartilhou a foto de Mães de Maio.o

IMAGEM: Dona Edite Damasceno, mãe de "Gambá" (o Rei do Passinho do funk carioca), acende oito velas no local onde o filho foi enterrado como indigente, no Cemitério de Santa Cruz (RJ), e pede para encontrá-lo nos seus sonhos Foto: Guilherme Pinto / Extra ( Leia mais: http://extra.globo.com/…/rei-de-passinhos-do-funk-pode-ter-… )

logo Revista Conexão Afro

CONEXÃO AFROconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe
Carmen de Oxalá CONEXÃO AFRO
  (51) 81810404 / (51)  30556655

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: