Revista Online Conexao Afro

Gravações realizadas por Pierre Verger na Casa de Oxumarê, Salvador, viram livro e CD

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Agosto 18, 2011 at 10:51 am

N°o1-  18  de ag0sto ano 2011 -Guaíba- RS –Brasil

REVISTA CONEXÃO AFRO

Comprovar que os cânticos entoados na Casa de Oxumarê seguiam a mesma linguagem e cadência dos cânticos africanos. Foi com este objetivo que o antropólogo Pierre Verger, um dos maiores estudiosos sobre a cultura afrobrasileira, realizou na década de 50 uma gravação com os alabês do Ilê Oxumarê Araká Asé Ogodô, um dos mais antigos do país. Por mais de 50 anos as gravações ficaram perdidas e em 2008, por acaso, foram encontradas. Surgia aí, o projeto da publicação das gravações.

Depois de todo o projeto concluído, será lançado, dia 18 de agosto, no Espaço Cultural da Barroquinha, às 18h, um cd duplo com as gravações realizadas por Verger e um livro contando a história da gravação. Escrito por Angela Lühning, doutora em Etnomusicologia pela Universidade Livre de Berlim, Alemanha e coordenadora da Fundação Pierre Verger e Sivanilton Encarnação da Mata, babalorixá da Casa de Oxumarê, o livro conta a história da gravação, apresenta documentos importantes e faz um levantamento da trajetória do terreiro até os dias atuais.

“Encontramos este material exatamente 50 anos depois que as gravações foram feitas e entendemos que isto era um sinal para publicarmos, o que era vontade de Verger e de Yá Simplicia de Ogum. As gravações foram realizadas em 1958, e ficaram escondidas, até o momento certo aparecer, e este momento é agora”, declara Sivanilton Encarnação da Mata, conhecido como Babá Pecê de Oxuma.

Durante o lançamento, que acontece no Espaço cultural da Barroquinha, pelo fato do bairro já ter abrigado a Casa de Oxumarê, os historiadores Jaime Sodré e Jorge Sacramento farão uma palestra sobre a importância da música no candomblé e as diversas práticas de resistência para preservar a cultura.

O projeto para levantamento das informações até a publicação do livro e do CD, que durou 3 anos, foi realizado pela Casa de Oxumarê e a Fundação Pierre Verger, com patrocínio da Petrobras por meio da Lei Rouanet do Ministério da Cultura – Governo Federal.

Além do livro, será lançada também a exposição com fotos de Pierre Verger “A viagem dos tambores: da África às Américas”.

Serviço:

Casa de Oxumarê: Os cânticos que encantaram Pierre Verger

Angela Lühning e Sivanilton Encarnação da Mata – Babá Pecê

Livro com 2 CD´s, 154p., Editora Vento Leste, Salvador

Lançamento dia 18 de agosto, quinta-feira, ás 18h,

no Espaço Cultural da Barroquinha

Programação:

Apresentação do Coral do “Espaço Cultural Pierre Verger”

Toque de abertura dos Alabês  com o Coral Oxumarê com apresentação de dança

Apresentação do Livro

Toque dos Alabés

Palestra –Reflexões: “ A história da percussão na Bahia. O papel que os terreiros de candomblé desempenharam para a disseminação desta tradição. Toques e cânticos do candomblé”.

Apresentações de Jaime Sodré [10’] e Jorge Sacramento [10’]

Abertura da Exposição “ A viagem dos tambores: Da África às América”, acompanhada de coquetel, momento no qual os autores estarão autografando os livros comercializados.

Coquetel

Informações: Maíra Azevedo – 96324097 / 88064611

Fonte: correionagô

Enviar Noticias :
caracolesconexaoafro@gmail.com
Falar com Mãe Carmen de Oxala  : (51) 97010303 e 30556655

maecarmendeoxala@hotmail.com

CampanhaAno Internacional afrodescendente

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: