Revista Online Conexao Afro

Refletir as Diferenças para Superar as Desigualdades Dia da Mulher Afro Latina Caribeha na Assobecaty

In Comunidade Tradicional de Terreiros, Conexão Afro, negritude on Julho 15, 2011 at 8:54 am
N°1- 15  de julho ano 2011 -Guaíba- RS –Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO

Refletir as Diferenças para Superar as Desigualdades Dia da Mulher Afro Latina Caribeha na Assobecaty

Em continuidade as comemorações dos 77 anos do Ilê Templo de Yemanjá – Assobecaty, à convite da Yalorixá Carmen de Oxalá, a Doutoura em antropologia Conceição Conceição  Soares virá a Porto Alegre palestrar sobre a Mulher Negra e Seus Espaços de Poder. A Professora baiana, Doutora Cecília Conceição, possui Doutorado em Antropologia pela Universidade Federal de Pernambuco, 2009; Mestrado em História pela Universidade Federal da Bahia, 1994; é Professora da Universidade Estadual de Feira de Santana – UEFS e da Universidade Católica do Salvador, UCSal. É membro do Núcleo de Estudos sobre a Mulher Mulieribus/UEFS e do Núcleo Cultura, Poder e Memória /UCSAL. Entre as publicações da professora destacam-se: A Mulher Negra na Bahia do Século XIX, As ganhadeiras em Salvador no século XIX; As Negras nas ruas: outros conflitos; Ser Negro no Candomblé e estereótipo verbal; e Candomblé de Paramirim na época de 1958.

Não bastasse suas qualificações civis, na religião de matriz africana a professora Cecília recebeu a dijina Onã Sabagi, que significa ‘caminho’, local onde se realiza os rituais de iniciação da nação jeje”. É herdeira da tradição de sua avó Cecília do Bonocô fundadora do Ilê Axé Maroketu, em 1943, uma tradicional casa de candomblé Ketu, com tradições Jeje.

Yá Cecília chega à cidade para contribuir com a reflexão do Dia da Mulher Afro-Latino Americana e Caribenha, data assinalada em 25 de julho para demarcar as diferenças de identidades e trajetórias  que se diluem no  mito da mulher universal.
    Com esta atividade a Assobecaty também reafirma seu compromisso com o Ano Internacional para Afrodescendentes trabalhando para combater o preconceito e a discriminação e promovendo o respeito à diversidade e a herança cultural, em especial às comunidades tradicionais de terreiro.
    A agenda da Doutora Yalorixá Cecília será divulgada assim que as entidades parceiras do Ilê definam a organização do pouco e precioso tempo de sua estada na cidade.

Departamento de Comunicação da ASSOBECATY

 

FALAR com Mãe Carmen de Oxalá

Fonecaracoles: (51) 97010303 e 84945770

maecarmendeoxala@hotmail.com

CampanhaAno Internacional afrodescendente

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: