Revista Online Conexao Afro

Mãe Stella fala sobre cultura iorubá e sincretismo religioso na Bahia

In Comunidade Tradicional de Terreiros on Maio 6, 2011 at 12:00 am

N°o1-  6 de  Maio ano 2011 -Guaíba- RS -Brasil
REVISTA CONEXÃO AFRO

Mãe Stella de Oxóssi

Mãe Stella de Oxóssi foi a personalidade convidada para a volta do projeto “Com a palavra o escritor”, na Fundação Casa de Jorge Amado, no Pelourinho, em Salvador.

A plateia ficou lotada de pessoas interessadas em literatura e cultura baiana. No encontro mediado pela escritora Yeda Castro, Mãe Stella respondeu a perguntas do público. O bate-papo girou em torno de temas como sincretismo religioso.

Frases de Mãe Stella foram projetadas entre fotos da escritora, que tem cinco livros publicados. Mãe Stella foi a primeira Ialorixá a escrever sobre a cultura iorubá. Doutora “honoris causa” da Universidade Federal da Bahia e com vários prêmios, Mãe Stella autografou suas obras.

História
Maria Stella de Azevedo Santos, conhecida como Mãe Stella de Oxóssi, Iya Odé Kayode, é respeitada por suas ideias no país e no exterior, sendo uma referência no diálogo inter-cultural e inter-religioso . Ela falou sobre suas cinco obras publicadas, entre elas: “Meu Tempo é Agora” e “Oxóssi – O Caçador de Alegrias”.

Mãe Stella de Oxóssi, foi a primeira Ialorixá a escrever livros e artigos sobre sua religião. Para isso, ela viajou várias vezes à Africa para aprofundar seus conhecimentos sobre a cultura iorubá transformando-a numa herança escrita (historicamente a cultrura iorubá é passada oralmente).

O trabalho de Mãe Stella, possibilitou maior divulgação dos cultos africanos e da religião dos orixás em todo o país. Ela tem feito palestras e participado de seminários em diferentes partes do Brasil e do mundo.

Em 2005, ela recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal da Bahia. Ela ganhou também as comendas Maria Quitéria (Prefeitura do Salvador), da Ordem do Cavaleiro (Governo da Bahia) e comenda do Mérito Cultural (Presidência da República).

Na Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU), contra o racismo e a intolerância, ocorrida em Durban, em agosto de 2001, ela foi uma das mais fortes lideranças brasileiras.

Fonte G1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: